Notícias

EQUIPAMENTOS

Banco de Leite do HU-UFGD recebe doação de equipamentos do Rotary e da Rede de Bancos de Leite

Os cinco Bancos de Leite Humano referenciados em Mato Grosso do Sul foram beneficiados com novos equipamentos
Publicado em 24/05/2021 14h35
Banco de Leite_1.jpeg
Banco de Leite_2.jpeg
Banco de Leite_3.jpeg
Banco de Leite_4.jpeg
Banco de Leite_5.jpeg
Banco de Leite_6.jpeg

Uma bomba extratora de leite para uso hospitalar e um freezer vertical são os novos equipamentos destinados ao Banco de Leite Humano (BLH) Hilda Bergo Duarte, do Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD) – filial da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, vinculada ao Ministério da Educação (Ebserh/MEC).

Os novos equipamentos foram repassados pelo Rotary Club, em parceria com a Rede de Bancos de Leite Humano de Mato Grosso do Sul, beneficiando, ao todo, cinco BLHs credenciados no Estado, quatro deles localizados em Campo Grande: Santa Casa, Hospital Regional, Maternidade Cândido Mariano e HUMAP-UFMS (também filial da Rede Ebserh/MEC). Os equipamentos foram doados conforme a necessidade de cada Banco de Leite.

A solenidade que formalizou o repasse dos equipamentos foi realizada na última sexta-feira (21), em Campo Grande, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). O Banco de Leite Humano Hilda Bergo Duarte esteve representado pelas nutricionistas Erika Leite Ferraz Libório, Chefe da Unidade de Nutrição Clínica do HU-UFGD, e Rita de Cássia Dorácio Mendes, Responsável Técnica do BLH do hospital.

Banco de Leite do HU-UFGD

Em abril deste ano, o BLH do HU-UFGD utilizou um total aproximado de 170 litros para alimentar os bebês internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTI Neo) e na Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (UCI). Foram atendidos 66 receptores (bebês internados), realizadas 137 visitas domiciliares (para coletar o leite doado) e um total de 119 doadoras (internas e externas).

O volume utilizado em abril (170 litros) inclui leite materno in natura, leite materno pasteurizado e fórmula infantil. Desse total, aproximadamente 100 litros foram de leite materno (in natura e pasteurizado), correspondendo a 59% da demanda.

O leite materno in natura é fornecido pelas doadoras internas, que são as mães que fornecem o leite para seus próprios bebês internados. Já o leite pasteurizado é o que provém das doadoras externas: mães que amamentam e doam o leite excedente. A coleta é feita semanalmente pela equipe do BLH.