Galeria de Imagens

Inovação

Ebserh/MEC investe quase R$ 500 mil em Laboratórios Multiusuários do hospital universitário em Petrolina (PE)

Unidades estimulam desenvolvimento científico na região com tecnologias de ponta
Publicado em 22/04/2021 16h56 Atualizado em 28/04/2021 17h10
22042021 laboratórios hu-univasf (1).jpg
Área fomenta a condução de pesquisas, com base em necessidades das comunidades interna e externa, em quatro espaços
22042021 laboratórios hu-univasf (2).jpg
Área fomenta a condução de pesquisas, com base em necessidades das comunidades interna e externa, em quatro espaços
22042021 laboratórios hu-univasf (3).jpeg
Área fomenta a condução de pesquisas, com base em necessidades das comunidades interna e externa, em quatro espaços
22042021 laboratórios hu-univasf (4).jpg
Área fomenta a condução de pesquisas, com base em necessidades das comunidades interna e externa, em quatro espaços
22042021 laboratórios hu-univasf (5).jpeg
Área fomenta a condução de pesquisas, com base em necessidades das comunidades interna e externa, em quatro espaços
Área fomenta a condução de pesquisas, com base em necessidades das comunidades interna e externa, em quatro espaços
Área fomenta a condução de pesquisas, com base em necessidades das comunidades interna e externa, em quatro espaços

Petrolina (PE) – Possibilitar o desenvolvimento científico da comunidade acadêmica-hospitalar sem a necessidade de deslocamento para grandes centros urbanos. Esse é um dos principais ganhos com a instalação dos Laboratórios Multiusuários de Pesquisa (Lamupe) no Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do São Francisco, vinculado à Rede Ebserh/MEC (HU-Univasf/Ebserh/MEC). Para disponibilizar os Laboratórios Multiusuários, o Governo Federal investiu aproximadamente R$ 445 mil no total.  Apenas na aquisição de equipamentos de última geração foram destinados mais de R$ 69 mil por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), gerido pela Ebserh/MEC.

Concebida pela Gerência de Ensino e Pesquisa da unidade hospitalar, em parceria com a comunidade acadêmica da Univasf, a estrutura de laboratórios está em atividade desde fevereiro, no prédio da Policlínica do HU, contando com a atuação de colaboradores do hospital, professores e alunos da Univasf. Atualmente, o Lamupe é composto por: Laboratório de Métodos in vitro, Laboratório de Biologia Molecular, Laboratório de Extração de Ácidos Nucléicos e Laboratório de Farmacotécnico Hospitalar.

O diagnóstico de Covid-19, por exemplo, é uma das investigações realizadas no Lamupe, com o uso da técnica RT-PCR, a partir de amostras enviadas por municípios que compõem a 8ª Região de Saúde de Pernambuco. Também estão entre as ações iniciais o mapeamento de fatores genéticos de predisposição a doenças infecciosas ou crônicas, o desenvolvimento de medicamentos e a produção de soluções sanitizantes, como álcool líquido e em gel, além de sabonetes, entregues a instituições de saúde para auxílio no combate à pandemia.

De acordo com a chefe do Setor de Gestão da Pesquisa e Inovação Tecnológica do HU, Carine Rosa Naue, a presença dos laboratórios na região potencializa a formação de alunos de graduação e pós-graduação, bem como apoia a produção de pesquisas que apontem soluções para questões relacionadas à saúde pública, impactando positivamente a qualidade de vida da população. “Os laboratórios têm o objetivo de consolidar campos de pesquisa na região, proporcionando ambientes adequados às equipes envolvidas e impulsionando a divulgação de conhecimentos em âmbito nacional e internacional”, afirma Carine.

O Lamupe está apto a atender as demandas da comunidade interna e externa, nas esferas pública e privada, com o uso compartilhado dos espaços e equipamentos, podendo estabelecer parcerias com outras instituições. “É importante ressaltar que os laboratórios são para usufruto de toda a comunidade. Não tenho dúvidas de que serão campos de grandes oportunidades, com a formação de novos pesquisadores preparados para compartilharem relevantes descobertas científicas”, frisou o gerente de Ensino e Pesquisa, Marcos Duarte Guimarães.  

Os pesquisadores interessados podem encaminhar projetos de pesquisa para cumprimento das etapas de formalização junto à Gerência de Ensino e Pesquisa do hospital. As instruções e a relação completa dos equipamentos disponíveis podem ser consultadas no site do HU-Univasf

Sobre a Rede Ebserh

O HU-Univasf faz parte da Rede Ebserh/MEC desde janeiro de 2014. Estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Vinculadas a universidades federais, essas unidades hospitalares possuem características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Com informações do HU-Univasf-Ebserh/MEC

Saúde e Vigilância Sanitária