Seleções do Futuro

 49100687142_2c11fb561f_k.jpg

O Programa Seleções do Futuro visa incentivar, desenvolver e democratizar o acesso à formação esportiva em futebol para crianças e adolescentes (6 aos 17 anos), buscando garantir com qualidade o direito constitucional ao esporte, por meio da implantação de núcleos de futebol de base, masculino e feminino, em todo o território nacional.

Importante reforçar que o Programa Seleções do Futuro, em seu aspecto conceitual, está alinhado com a Lei Pelé em seu Art. 3º IV, a qual caracteriza o desporto de formação pelo fomento e aquisição inicial dos conhecimentos desportivos que garantam competência técnica na intervenção desportiva, com o objetivo de promover o aperfeiçoamento qualitativo e quantitativo da prática desportiva em termos recreativos, competitivos ou de alta competição, esse último caso pertinente.

O valor público gerado pelo Programa Seleções do Futuro está associado com a possibilidade de gerar condições e oportunidades para a prática da modalidade futebol, ao desenvolver ações no sentido de contribuir para a formação e qualidade de vida (auto-estima, convívio, integração social e saúde). 

Seleções do Futuro em números[1]
- Convênios Vigentes: 30 municípios
- Público Atendido: 6.800 crianças e jovens
- Valor Empenhado: R$ 6.420.381,55
 
Funcionamento do Programa:
- Implantação de “núcleos de futebol de base”, compostos por 200 beneficiados, em atividades desenvolvidas no contraturno escolar
- A cada beneficiado será assegurada atividades com frequência mínima de 2 vezes na semana, com no mínimo de 90 minutos diários e em dias alternados (total de 3h semanais – 12h/aula/mês).
- Fornecimento de equipamentos necessários para a pratica desportiva: Camisa, calção, meião e chuteira.
 
Documentos Complementares:
- Relatório de Gestão da SNFDT, exercício 2019
- Planilha de Convênios, atualizado de 30 de setembro de 2020


[1] Atualizado até 30 de setembro de 2020