Prestação de contas: pagamentos do Auxílio Emergencial


Em cumprimento à obrigação constitucional de prestar contas à sociedade, e com o intuito de garantir aos cidadãos acesso às informações sobre o Auxílio Emergencial, este Ministério da Cidadania compartilha dados sobre a execução dos pagamentos, com identificação dos valores que foram disponibilizados para a Caixa Econômica Federal para pagamento aos beneficiários e sobre os créditos efetivados aos solicitantes. A transparência das informações, que marcou toda a operacionalização do Auxílio Emergencial, também é fundamental nesta etapa de prestação de contas à sociedade.

As informações estão separadas por público de atendimento, da seguinte forma:

  • Aplicativo: beneficiários que fizeram a solicitação do Auxílio Emergencial pelo aplicativo; e
  • Bolsa Família: beneficiários do Bolsa Família que segundo as regras da Lei nº 13.982/2020 passaram a receber o auxílio emergencial, temporariamente, em substituição ou complementação ao benefício do Programa Bolsa Família, nas situações em que foi mais vantajoso para o beneficiário; e
  • Cadastro Único sem Bolsa: beneficiários que já estavam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais, mas que não recebiam o Bolsa Família.

Total de pagamentos por público

A tabela abaixo contém os valores totais enviados a pagamento e efetivamente pagos a todos os cidadãos que receberam o Auxílio Emergencial
(Em reais R$):

Pagamentos para todos os públicos, por mês

Os valores pagos por mês constam na tabela abaixo:

 

Pagamentos para os públicos do aplicativo e do Cadastro Único sem bolsa, por mês

Os valores podem ser observados de forma detalhada em cada mês, para público que solicitou o Auxílio pelo aplicativo e para o público que estava inscrito no Cadastro Único mas que não recebe o Bolsa Família na tabela abaixo:

 

Pagamentos para os públicos do Programa Bolsa Família, por mês

Os valores detalhados por mês para o público que já era beneficiário do Bolsa Família podem ser observados na tabela abaixo: