Faça parte

Junte-se à Operação Acolhida

Junte-se à Operação Acolhida

Você já pensou em ajudar na Operação Acolhida em defesa dos migrantes e refugiados venezuelanos? Junte-se a nós!

A Operação Acolhida ajuda milhares de migrantes e refugiados venezuelanos a continuarem suas vidas com dignidade no Brasil. Desde sua chegada, o Brasil oferece o auxílio necessário garantindo benefícios como: emissão de documentos, abrigos, atendimento médico, alimentos e inserção socioeconômica no País.


Interiorização

Depois da acolhida inicial e do abrigamento, a etapa seguinte é a estratégia de interiorização para que os migrantes e refugiados venezuelanos deixem Roraima e encontrem um lar e outras oportunidades em alguma cidade brasileira. Desde o início da estratégia de Interiorização, em abril de 2018 – até julho de 2021, já foram interiorizadas mais de 50 mil pessoas para mais de 600 cidades brasileiras em diferentes Unidades da Federação.

Como ajudar na Operação Acolhida?

Você pode fazer uma doação e escolher a destinação dela. Ela poderá ser usada na aquisição dos seguintes kits: 

ABRIGAMENTO EMERGENCIAL TEMPORÁRIO

ABRIGAMENTO EMERGENCIAL TEMPORÁRIO

Espaço destinado ao acolhimento temporário de migrantes e refugiados venezuelanos que chegam pela fronteira brasileira e encontram-se em situação de vulnerabilidade.

  • Instalação, manutenção e gestão das estruturas físicas: overlay, banheiro, geradores, ar-condicionado, internet, computadores, impressoras, material administrativo, colchões, roupas de cama, lavanderia, kits higiene, mesas e cadeiras diversas, bebedouros, instalação elétrica, hidráulica, de esgoto, terraplanagem, brita, serviços de manutenção dos espaços (limpeza, elétrica, hidráulica, TIC, dentre outras).
  • Pessoal: equipes de informação, orientação, encaminhamento, preparação para solicitação de refúgio ou residência temporária, equipes dos espaços infantis, entre outros. Coordenação técnica com psicólogo e/ou assistente social.
  • Atividades educativas, lúdicas e recreativas: aulas de português; material informativo e educativo e equipe multiprofissional.
  • Segurança: empresa de segurança.
INTERIORIZAÇÃO E INCLUSÃO SOCIOECONÔMICA

INTERIORIZAÇÃO E INCLUSÃO SOCIOECONÔMICA

Deslocamento voluntário de migrantes e refugiados venezuelanos que se encontram em situação de vulnerabilidade para as demais Unidades Federativas do Brasil, com o objetivo de inserção socioeconômica e busca de novas oportunidades de vida.

  • Deslocamento: alimentação durante a viagem, transporte (terrestre, aéreo, marítimo), que pode ser locação de ônibus, aeronaves, barcos ou compra dos respectivos bilhetes de passagens;
  • Projetos para melhoria do acesso ao mercado de trabalho: oferta de cursos de qualificação profissional, apoio para busca de emprego (preparação para entrevistas, elaboração de currículos, pagamento de ajuda de custo para busca de emprego etc.), apoio para revalidação de diplomas de graduação/pós-graduação, bolsa formação, entre outros;
  • Projetos de apoio jurídico para migrantes e refugiados venezuelanos;
  • Iniciativas que promovem políticas de inclusão socioeconômica para indígenas migrantes e refugiados venezuelanos.
  • Abrigos nas cidades de destino: locação e manutenção de espaços (casas ou abrigos); reforma e equipagem de abrigos (compra de eletrodomésticos, móveis, enxoval de casa etc.), contratação de equipes de gestão e/ou de referência, alimentação.
  • Bolsas de subsistência para migrantes e refugiados venezuelanos e suas famílias: apoio financeiro pontual e temporário para necessidades fundamentais, como aluguel e alimentação para migrantes e refugiados venezuelanos interiorizados na chegada às cidades de destino, em caso de não haver abrigos ou outros apoios.
CENTROS DE ATENDIMENTO

CENTROS DE ATENDIMENTO

Espaços de atendimento transitório destinado para a regularização migratória; emissão de documentação; verificação de saúde e vacinação; controle de bagagens, informações diversas, acesso à defesa de direitos; avaliação socioassistencial dos migrantes e refugiados venezuelanos em situação de vulnerabilidade.

  • Instalação, manutenção e gestão das estruturas físicas: overlay, banheiro, geradores, ar-condicionado, internet, computadores, impressoras, material administrativo, colchões, roupas de cama, lavanderia, kits higiene, mesas e cadeiras diversas, bebedouros, instalação elétrica, hidráulica, de esgoto, terraplanagem, brita, serviços de manutenção dos espaços (limpeza, elétrica, hidráulica, TIC, dentre outras).
  • Pessoal: equipes de informação, orientação, encaminhamento, defesa de direitos; proteção, preparação para solicitação de refúgio ou residência temporária, equipes dos espaços infantis, entre outros.
ALIMENTAÇÃO E ITENS DE PRIMEIRA NECESSIDADE

ALIMENTAÇÃO E ITENS DE PRIMEIRA NECESSIDADE

Gêneros alimentícios e/ou refeições servidas aos migrantes e refugiados venezuelanos em situação de vulnerabilidade.

  • Gêneros alimentícios nos abrigos temporários indígenas;
  • Gêneros alimentícios específicos para crianças;
  • Refeições nas estruturas de fronteira e nos abrigos temporários;
  • Alimentação para os abrigos nas cidades de destino – Interiorização
  • Cartão alimentação. 

Outras opções de doação

Você também pode fazer uma doação livre, sem escolher a destinação dela.

Nesse caso, o valor será destinado para ações humanitárias e atendimento de necessidades básicas de alimentação, saúde, abrigamento e educação dos migrantes e refugiados venezuelanos, em situação de vulnerabilidade social, que chegam ao Brasil.