Notícias

Movimentação portuária atingiu 296 milhões de toneladas no 4º trimestre de 2020, diz Boletim da ANTAQ.

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários - ANTAQ disponibilizou nesta segunda-feira (3), no portal da Agência na internet, o Boletim Aquaviário do 4º trimestre de 2020
Publicado em 04/05/2021 17h05 Atualizado em 05/05/2021 09h23

O Boletim Aquaviário é uma publicação trimestral produzida pelas gerências de Desenvolvimento e Estudos e de Estatística e Avaliação de Desempenho, da Superintendência de Desenvolvimento, Desempenho e Sustentabilidade da ANTAQ, com o objetivo de sintetizar os principais números do período por intermédio de indicadores que demonstrem a situação atualizada e a evolução da conjuntura do setor aquaviário nacional por diferentes prismas.

Segundo o levantamento, os portos públicos e privados movimentaram 296 milhões de toneladas no último trimestre de 2020, o que representou um avanço de 3,8% (+ 11 milhões de toneladas) em relação ao igual período de 2019. Análises por perfis de carga, mercadorias, portos e navegação são detalhadas nessa publicação.

Um dos destaques do período foi a movimentação de contêneires pela navegação de longo curso, que cresceu 8% no embarque (exportação) e 16% no desembarque (importação). Quase todas as instalações portuárias brasileiras que movimentaram esse tipo de carga tiveram aumentos importantes em relação a igual período de 2019, com destaque para o Porto de Santos/SP (+7,2%); terminal autorizado da Portonave/SC (+31,7%); terminal autorizado DP World/SP (+11,2%); e Porto de Itajaí/SC (+19,5%).

O Boletim apresenta também os valores de THC (Terminal Handling Charge) nos principais terminais portuários do mundo, constatando que, no 4º trimestre de 2020, esses valores apresentaram variação mínima em comparação com os preços do 3º trimestre de 2020.

Ademais, é calculado para o trimestre em análise o índice de utilização da frota de navios porta-contêineres na cabotagem, indicador que é fundamental para o desenvolvimento sustentável do mercado, com uma metodologia clara para o perfeito entendimento do público. Este índice apresentou um leve recuo no período, saindo de 73,3% em setembro para 71,1% em dezembro.

Por fim, como uma novidade dessa edição, é feita uma análise da variação de preço do frete de contêineres na rota marítima China-Brasil, no ano de 2020.

Todas as informações procuram ser contextualizadas pela equipe de especialistas da Agência, com o objetivo de proporcionar ao leitor uma visão ampla do setor aquaviário sob diversos ângulos.

Clique aqui para acessar o Boletim Informativo Aquaviário do 4º Trimestre de 2020 e conferir todas as informações disponibilizadas

 

Infraestrutura, Trânsito e Transportes