Notícias

Financiamento

Caixa anuncia redução de juros do crédito imobiliário

publicado: 08/10/2019 16h00, última modificação: 09/10/2019 16h39
Novas taxas serão válidas a partir do próximo dia 14
Caixa anuncia redução de juros do crédito imobiliário

Esta é a segunda redução de juros anunciada pela Caixa. - Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (08) redução de até 1 ponto percentual nas taxas de juros para os financiamentos imobiliários com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE).

Com a mudança, a menor taxa passou de 8,5% ao ano para 7,5% ao ano mais a Taxa Referencial (TR). A maior de 9,75% ao ano para 9,5% ao ano mais a TR. As novas taxas começam valer a partir da próxima segunda-feira (14).

Presidente da Caixa, Pedro GuimarãesA redução de juros é válida para financiamentos com saldo devedor corrigido pela TR no âmbito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). O SFH é para imóveis de até R$ 1,5 milhão e que pode usar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e o SFI para imóveis acima de R$ 1,5 milhão e sem a possibilidade de uso do FGTS.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que, caso o Banco Central reduza mais vezes a taxa básica de juros da economia, a Selic, a taxa do crédito imobiliário da Caixa Econômica Federal pode continuar caindo. “Nós reagiremos a quaisquer movimentos de redução da taxa de juros pelo Banco Central. Se o BC continuar reduzindo juros, nós seguiremos essa redução”, disse Guimarães.

Em junho a Caixa já havia anunciado a redução de até 1,25 ponto percentual nas taxas de juros para operações pelo SBPE, além de alternativas para renegociação de contratos habitacionais para pessoa física. De acordo com a Caixa, mais de 114 clientes já regularizaram suas dívidas, o que corresponde a mais de R$ 10,1 bilhões renegociados.

Em agosto, o banco também anunciou a possibilidade de crédito para aquisição de imóveis residenciais com taxas corrigidas pela inflação oficial medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Antes, os financiamentos habitacionais eram corrigidos apenas pela Taxa Referencial (TR).“Tivemos uma resposta do crédito imobiliário pelo IPCA muito acima do que estávamos esperando. O que temos visto é uma retomada muito positiva nessa demanda por crédito imobiliário”, disse o presidente da Caixa.