Notícias

Entrevista

Por mais representatividade às pessoas com deficiência

Em entrevista ao Portal da Cultura, Michelle Bolsonaro fala sobre a inclusão das pessoas com deficiência, uma bandeira em sua trajetória
Publicado em 02/08/2019 17h27
Por mais representatividade às pessoas com deficiência

"Na área cultural, é importante garantir que esse público possa, de fato, ter acesso às manifestações culturais do nosso País”, Michelle Bolsonaro (Fotos: Carolina Antunes / PR)

A inclusão de pessoas com deficiência se configura como um dos pilares da atual gestão do governo federal. Nesse contexto, a primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, é uma das principais porta-vozes sobre o assunto no País. Estudante de Libras, a Língua Brasileira de Sinais, Michelle conta que seu interesse pela acessibilidade teve início na igreja, ao conhecer um casal de surdos. A partir de então, a igualdade para pessoas com deficiência se tornou uma bandeira em sua trajetória, pautada pela promoção de atividades inclusivas. Em entrevista ao Portal da Cultura, a primeira-dama destacou a importância de se possibilitar o acesso à cultura, um direito constitucional, às pessoas com deficiência. “O essencial é dar mais oportunidades para que as pessoas com deficiência ocupem posições de representatividade e possam influenciar nessa transformação”, afirma Michelle. Confira a entrevista:

Portal da Cultura: A democratização do acesso à cultura é uma pauta prioritária para o Ministério da Cidadania. Qual a importância de se garantir igualdade de oportunidades à população com deficiência?

Michelle Bolsonaro: A questão da igualdade para as pessoas com deficiência é importante em todos os setores da nossa sociedade. Na área cultural, é importante garantir que esse público possa, de fato, ter acesso às manifestações culturais do nosso País. Para isso, as pessoas com deficiência precisam ser incluídas em todas as etapas do setor, como criação, produção e até a exibição em si. Verificamos que ainda precisamos avançar muito na acessibilidade dos espaços culturais, por exemplo. O essencial é dar mais oportunidades para que as pessoas com deficiência ocupem posições de representatividade e possam influenciar nessa transformação.

Portal da Cultura: Os direitos das pessoas com deficiência são resguardados internacionalmente. A Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, por exemplo, reconhece o direito à participação das pessoas com deficiência na vida cultural, tendo acesso a bens culturais, a programas e a atividades culturais em formatos acessíveis. É cada vez mais relevante o governo federal se alinhar a esses marcos e promover esses direitos?

Michelle Bolsonaro: Sim, o Governo Federal tem papel fundamental nessa promoção junto ao setor cultural brasileiro. Acredito que precisa haver também uma conscientização cada vez maior dos promotores culturais, dos artistas e dos empresários dessa área para facilitar o acesso das pessoas com deficiência a essas atividades.

Portal da Cultura: As atividades culturais costumam ser apreciadas em família ou entre amigos. A inclusão de pessoas com deficiência representa, portanto, a inclusão de uma parcela ainda maior da população?

Michelle Bolsonaro: Acredito que isso possa acontecer sim, tendo em vista que muitos familiares deixam de participar de programações culturais para não deixar sozinha uma pessoa com um tipo de deficiência que comprometa sua autonomia.

Portal da Cultura: A senhora poderia falar um pouco sobre de que forma teve início o seu interesse na área da acessibilidade?

Michelle Bolsonaro: Foi a partir da minha vivência na igreja. Conheci um casal de surdos e desenvolvi uma paixão pelo estudo da Libras e pela promoção da acessibilidade.

Portal da Cultura: Há ações que a senhora pretende desenvolver na área, junto à política cultural do governo federal?

Michelle Bolsonaro: Pretendo continuar motivando e promovendo publicamente atividades que tragam inclusão para pessoas com deficiência em todas as áreas.

Fonte: Assessoria de Comunicação/ Secretaria Especial da Cultura - Ministério da Cidadania