Notícias

INCENTIVO

Serviço de Obstetrícia do HUAP lança Concurso Boas Práticas e premia residente por ação inovadora

Vencedora criou projeto para melhoria na organização dos prontuários da maternidade
Publicado em 05/04/2021 13h10
Concurso boas práticas 2021

O Serviço de Obstetrícia do Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP) lançou, recentemente, o Concurso Boas Práticas. A iniciativa é destinada aos residentes de Ginecologia e Obstetrícia, com o objetivo de incentiva-los a criar ações inovadoras, exequíveis e com resultados potenciais para a qualificação dos serviços prestados às usuárias. O projeto vencedor deste ano foi de autoria da residente Sarah de Souza Almeida, que propôs melhoria na organização e na padronização dos prontuários da maternidade.

Nesta primeira edição, duas residentes concorreram com diferentes ações, que foram julgadas por uma comissão. Além da vencedora Sarah, que foi premiada com um livro de ultrassonografia obstétrica, um segundo projeto foi apresentado por Julianne Gaudio. A residente propôs a implementação da meditação Sahaja Yoga na maternidade. Os dois projetos foram considerados relevantes e deverão ser implantados no serviço. Segundo Sarah, a ideia surgiu após ela ver em outras clínicas uma forma melhor de organizar os prontuários, que no HUAP ainda não era feita.

- Admito que, no começo, tive dificuldade para pensar em algo que agregasse. Mas, eu senti, fazendo as visitas na enfermaria da maternidade todos os dias, uma dificuldade com a organização dos prontuários. Muitas vezes, a gente ficava perdido em relação a exames e à evolução da paciente, e isso prejudica na otimização do atendimento. Foi um projeto bem simples, mas direto. Fiquei surpresa por ter ganhado, mas feliz porque era algo que eu queria muito implantar. De alguma forma, eu vou ficar marcada aqui na enfermaria do hospital -, comemora a residente.

O objetivo, de acordo com o Chefe da Maternidade do HUAP, Luciano Marcolino, é de que o concurso seja anual. Para ele, “ideias inovadoras são sempre importantes para a evolução do serviço, não só para a organização de uma maneira geral, mas também para melhoria da qualidade da assistência prestada à população”. A idealizadora do Boas Práticas foi a Dra. Monica Almeida, preceptora das residentes. A médica explica que a ideia foi dar oportunidade de fomentar o profissionalismo no aluno:

- Assim, conseguimos dar voz ao residente. Ele aprende com o serviço, mas também pode deixar sua contribuição para melhoria do ambiente de trabalho. Isso vai na linha do conceito de educação permanente em saúde, que significa que o profissional, quando está atuando, também aprende e percebe questões que ele pode aprimorar. O concurso incentiva que o residente tenha esse olhar. Nós tivemos um ano muito difícil, por conta da pandemia, então ideias inovadoras que estimulam a pensar criticamente são bem vindas nesse cenário de enfretamento em que vivemos.

Unidade de Comunicação Social (UCS)