Notícias

SEGURANÇA PÚBLICA

Ministro Sérgio Moro verifica resultados do "Em Frente Brasil" no município de Paulista (PE)

Além desse município, o projeto piloto abrange Goiânia (GO), Ananindeua (PA), São José dos Pinhais (PR) e Cariacica (ES)
publicado 21/10/2019 17h57, última modificação 21/10/2019 17h57
Ministro Sergio Moro no município de Paulista (PE) para acompanhar o "Em Frente Brasil" Foto: Ministério da Justiça e Segurança Pública

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou nesta segunda-feira (21), que o “Em Frente Brasil” está apresentando resultados positivos nos cinco municípios das cinco regiões do país onde está em funcionamento.

O importante aqui pra nós, pra falar muito bem seriamente, é atender o cidadão. Então, esse projeto de integração, no fundo, pressupõe uma atuação conjunta de todos os agentes envolvidos e o nosso objetivo é melhorar a vida do cidadão, caírem os crimes. Se a causa foi x, y ou z, penso que não é assim tão relevante. O que nós temos observado porém, nos cinco municípios onde foi implementada e iniciada a execução do programa, [é que] têm havido uma queda significativa dos principais indicadores criminais”, disse o ministro. 

Ministro Sérgio Moro confere atuação conjunta de forças de segurança em Paulista (PE) no "Em Frente Brasil" Foto: Ministério da Justiça e Segurança Pública

Sérgio Moro esteve em Paulista (PE) para acompanhar as ações integradas que estão sendo implementadas no município desde o último 30 de agosto. O ministro destacou que, em outubro, os índices de criminalidade já apresentaram queda no local.

Houve dois homicídios, mais dois assassinatos em Paulista (PE), em outubro, até o momento. Claro que ninguém está feliz com dois assassinatos, toda a vida importa, mas estes indicadores no passado já foram muito mais elevados. Já me dizia aqui o prefeito [Júnior Matuto] que Paulista já foi uma cidade que chegou a ter mais de 30 assassinatos por mês no passado”, afirmou o ministro.

O policiamento ostensivo, feito pela Força Nacional de Segurança Pública com o apoio da polícia militar de Pernambuco, é uma das ações do “Em Frente Brasil” em Paulista. Além disso, o trabalho da Polícia Federal em apoio à investigação judicial e da Polícia Rodoviária Federal na rodovia que corta a cidade estão levando também à redução nos índices de roubo e furto de veículos no município, segundo Moro. 

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, sugeriu a expansão do “Em Frente Brasil” para outros municípios do estado. “É uma semente a ser plantada, que nós acreditamos, que nós confiamos, que nós temos a certeza de que, se continuarmos com este foco, com esta integração, e mais na frente com o desenvolvimento também junto das políticas de prevenção, a gente pode ter resultados muito satisfatórios e resultados que devem com certeza ser replicados em todos os municípios brasileiros para que haja, com esta integração, a condição de avançar mais no combate à violência e no combate principalmente à sensação de insegurança [por] que o nosso povo tanto clama”, relatou o governador. 

Força Nacional de Segurança Pública em Paulista (PE) no projeto "Em Frente Brasil" Foto: Ministério da Justiça e Segurança Pública

Sobre a expansão, o ministro da Justiça e Segurança Pública antecipou que o “Em Frente Brasil” é um projeto piloto que pode se estender a outros municípios brasileiros. Moro também disse que um fato importante da iniciativa é a integração das forças de segurança federal, estaduais e municipais no combate à criminalidade.

Em Frente Brasil 

Desde 30 de agosto, o “Em Frente Brasil” está sendo desenvolvido em cinco municípios brasileiros das cinco regiões do país. São eles: Goiânia (GO), Ananindeua (PA), Paulista (PE), São José dos Pinhais (PR) e Cariacica (ES).

Neste primeiro momento, a atuação das forças de segurança se concentra no policiamento ostensivo e no combate aos chamados crimes violentos, como homicídios, feminicídios e latrocínios, que é o roubo seguido de morte.

A integração das forças de segurança envolve, entre outras estruturas, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Secretaria Nacional de Segurança Pública, Secretaria de Operações Integradas, polícias civis e militares dos estados, corpos de bombeiros militares, Sistema Penitenciário, guardas municipais e o Departamento Penitenciário Nacional.