Notícias

SEGURANÇA PÚBLICA

Brasil registra queda da criminalidade no primeiro semestre

Índice de homicídios foi reduzido em 22,1%, e roubos a instituições financeiras registraram queda de 40,9%
publicado 14/10/2019 15h00, última modificação 14/10/2019 18h49
Brasil registra queda da criminalidade no primeiro semestre de 2019

Dados do Ministério da Justiça e Segurança Publica publicados nesta segunda-feira (14) revelam que o número de homicídios no país caiu 22,1% no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. As estatísticas criminais mostram que houve queda em todos os nove crimes registrados pela plataforma do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais, de Rastreabilidade de Armas e Munições, de Material Genético, de Digitais e de Drogas (Sinesp).  

Em sua conta pessoal nas redes sociais, o presidente República, Jair Bolsonaro, comentou que o Brasil está no caminho certo. "Ainda há muito a fazer, mas o resultado mostra que estamos no caminho certo! Seguimos firmes na missão de devolver aos cidadãos a segurança e liberdade que lhes foi tirada", comemorou.

Os dados

As ocorrências de estupro foram reduzidas em 12%;  as tentativas de homicídio, em 9,4%; os latrocínios, em 23,8%, e  lesão corporal seguida de morte, em 3,2%, no mesmo período.

Houve também redução significativa também nas ocorrências de roubos a instituição financeira (-40,9%), roubo de carga (-25,7),  roubo de veículo (-27%) e furto de veículo (-9,9%).

Desde março, o Brasil conta com estatísticas oficiais acessíveis a todos por meio do site do Ministério da Justiça e Segurança Pública. As informações são dos boletins de ocorrência de todos os estados e do Distrito Federal (DF). 

Clique aqui e acesse os dados do Sinesp.

Sipesp planilha 

O Sinesp

O Sinesp é uma plataforma de informações integradas, que possibilita consultas operacionais, investigativas e estratégicas sobre segurança pública, implementado em parceria com os entes federados.

A plataforma firmou-se como um dos meios e instrumentos para a implementação da Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (PNSPDS), instituindo-se o Sistema Único de Segurança Pública (Susp). Além disso, torna acessível informações estatísticas sobre crimes como: estupro, lesão corporal seguida de morte, homicídio doloso, latrocínio, tentativa de homicídio, roubo de veículo, furto de veículo, roubo de carga e roubo à instituição financeira.

Fonte: Ministerio da Justiça