Como participar da Economia Solidária?

Publicado em 26/08/2015 22h38 Atualizado em 19/06/2020 17h38

Como trabalhador: você pode formar um empreendimento ou se associar a um já existente. Há empreendimentos no Brasil inteiro, nas mais diversas áreas de atuação. Para conhecer os empreendimentos existentes no país, acesse o Cadastro Nacional de Empreendimentos Econômicos Solidários (CADSOL).

- Se você já participa de um empreendimento econômico solidário , mas ele ainda não está cadastrado no CADSOL, cadastre-se. O CADSOL é a identidade da Economia Solidária.

- Se você precisa de ajuda para formar ou fortalecer um empreendimento econômico solidário, veja se sua cidade possui organizações que apoiam a economia solidária, como Centros Públicos de Economia Solidária, Fóruns e Conselhos de Economia Solidária, órgãos governamentais, Incubadoras de Economia Solidária e outras entidades de apoio e fomento , ou procure a seção/núcleo de Economia Solidária na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego da capital do seu estado (veja aqui os contatos).

           

Como cidadão: você pode ajudar a fortalecer a economia solidária de diversas formas.

- Conheça os empreendimentos e consuma os produtos da Economia Solidária, buscando na sua cidade por Lojas da Economia Solidária, Centros Públicos de Economia Solidária, Feiras de Economia Solidária e/ou Agroecologia, Produtos do Comércio Justo e Solidário, ou então por meio do cirandas.net , a rede social da Economia Solidária;

- Se junte ao movimento, buscando Fóruns Estaduais e Municipais da Economia Solidária, redes de Economia Solidária, bem como Entidades de Apoio e Fomento que trabalham com o tema na sua região. Várias universidades, por exemplo, tem programas de extensão ou incubação voltados para a Economia Solidária, no qual é possível a integração de estudantes ou voluntários;

- Conheça o Plano Nacional de Economia Solidária e veja as propostas de políticas públicas que foram apresentadas na última Conferência Nacional de Economia Solidária.