Notícias

Ministro do Trabalho e Previdência inaugura agência do INSS em Correntina (BA)

A unidade será responsável pela manutenção de 8.552 benefícios
Publicado em 08/10/2021 15h41

WhatsApp Image 2021-10-08 at 15.03.36.jpegO município de Correntina no Oeste baiano passa a contar, a partir desta sexta-feira (8), com uma Agência da Previdência Social, que disponibilizará serviços presenciais. A agência funcionará de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h. O atendimento deve ser agendado pelo Meu INSS, aplicativo ou site na Internet, ou ainda pelo telefone 135.

O ministro do Trabalho e Previdência Social, Onyx Lorenzoni, destacou a importância da expansão do atendimento no estado e reafirmou seu compromisso em trabalhar para reduzir a espera da população por um benefício. “Tenho alegria de estar aqui, onde a comunidade exulta porque temos mais um espaço para construir qualidade de vida. Queremos fazer com que o Brasil esteja no lugar de destaque que ele merece. Precisamos de fé, amor, trabalho e serviço”, disse o ministro.

Também participaram da cerimônia de inauguração o ministro da Cidadania, João Roma, o presidente do INSS, Leonardo Rolim, e parlamentares, como o deputado federal José Rocha (PL), além de gestores do INSS.

Com a inauguração dessa APS, a Gerência-Executiva do INSS em Barreiras passa a administrar 18 unidades de atendimento na região. O governo federal investiu R$ 1,2 milhão na construção do prédio, que oferecerá à população da cidade, de aproximadamente 33 mil habitantes, um espaço moderno com acessibilidade e que segue todos os protocolos de segurança para o atendimento.

Antes da entrega da unidade, os segurados tinham que se deslocar cerca de 50 km até as cidades de Santa Maria da Vitória e São Félix do Coribe (BA). A unidade está localizada à Rua A, s/n°, próxima ao Fórum da cidade.

Números – A agência Correntina vai ser responsável pela manutenção de 8.552 benefícios com uma folha de pagamento mensal de, aproximadamente, R$ 10,6 milhões.

Sobre Correntina - O município de Correntina, com 155 anos de história, possui a segunda maior população na microrregião do estado, atualmente com mais de 32 mil habitantes.

De tradição agrícola, se destaca pela produção de soja e algodão sendo responsável por 33% do PIB do Nordeste.

Com informações da ACS/INSS