Notícias

Institucional

Ministro Onyx Lorenzoni participa de audiência na Câmara dos Deputados

Titular da pasta falou na CTASP da Câmara sobre as propostas e soluções do ministério para a geração de emprego e renda no Brasil
Publicado em 14/09/2021 15h34 Atualizado em 14/09/2021 15h43

ministro cf 2.jpegO ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, participou nesta terça-feira (14) de audiência pública na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara dos Deputados, onde apresentou as propostas e estratégias da pasta para a geração de emprego e renda no país, entre outros temas.

Lorenzoni abriu sua participação dizendo que é uma honra, para qualquer ministro de Estado, estar no Congresso e debater com os parlamentares a respeito dos temos do Governo Federal, que são do interesse de todos.

Em sua explanação inicial, o ministro lembrou que retomar a ocupabilidade é um dos grandes desafios desse momento, não apenas no Brasil, mas no mundo todo. “Hoje temos essa grande preocupação de recuperar a atividade econômica gerar emprego e renda”, ponderou.

O ministro ressaltou que desde o início da pandemia, o presidente Jair Bolsonaro já falava da necessidade de haver equilíbrio entre saúde e economia. “E não faltaram recursos para a saúde e, tampouco, houve descuido com a questão econômica”, destacou.

“Tanto é assim, que mesmo enfrentando todas as dificuldades da pandemia, o país já gerou, desde janeiro de 2019, mais de 2,5 milhões de empregos formais”, pontuou.

Onyx destacou também que o programa BEm (Benefício Emergencial de Manutenção de Emprego e Renda), foi responsável pela preservação de mais de 10 milhões de empregos em 2020. “Em 2021 foram preservados 2,5 milhões de empregos salvos pelo programa”, afirmou. “Poderiam ter sido mais se a MP 1045 – que prorrogava o BEm e trazia outras inovações para geração de empregos e foi aprovada na Câmara – tivesse sido aprovada também no Senado Federal”, lamentou.

O ministro também detalhou os planos para diminuir o tempo de espera para agendamentos no INSS. “Pretendemos até o final deste ano já ter avançado bastante nesta questão”, assegurou.

Para assistir na íntegra a audiência pública e conhecer mais detalhadamente as propostas do Ministério do Trabalho e Previdência para a área, acesso o link:

https://www.youtube.com/watch?v=E2V74aJ3ojA

 

Trabalho, Emprego e Previdência