Notícias

Internacional

Sudene participa do Fórum de Investimentos Brasil 2021

O evento (online) acontece nos dias 31 de maio e 1º de junho, quando serão abordadas as oportunidades de investimento em setores estratégicos.
Publicado em 28/05/2021 12h38
Investimentos no exterior

Na ocasião, a Sudene vai apresentar oportunidades de investimentos para empresários do exterior.

A Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste vai participar através de stand virtual, onde estará divulgando seus principais instrumentos de ação (PRDNE, FDNE, FNE e incentivos fiscais), responsáveis pela atração de investimentos para os estados da área de atuação da Autarquia. Representantes do governo e CEOs de importantes multinacionais vão participar de painéis de discussão sobre projetos públicos e privados que buscam aporte de investimentos. Os painéis terão tradução simultânea nos idiomas português, inglês e mandarim.

O Fórum de Investimentos Brasil – organizado pela Apex-Brasil, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Governo Federal – é considerado o maior evento de investimentos estrangeiros da América Latina, contribuindo para melhorar o ambiente de negócios no Brasil. O evento reúne autoridades dos governos federal, estaduais, municipais e executivos de grandes empresas do Brasil e do mundo, além de representantes da academia, imprensa e formadores de opinião.

Este ano, a atração de investimento está voltada para o agronegócio, energia, infraestrutura, inovação, saúde e tecnologias, entre outros setores. O evento contará com apresentações do Presidente da República, Jair Bolsonaro; presidente do BID, Maurício Claver-Carone; e presidente da Apex Brasil, Augusto Pestana. Confira todos os palestrantes.

Os organizadores do evento destacam que o Brasil vem trabalhando para aumentar a competitividade e produtividade das suas empresas, adotando medidas para melhorar as condições de negócios. Ressaltam, ainda, algumas vantagens competitivas do país, como grandes projetos de infraestrutura; ambiente de investimento sólido; celeiro de inovação; potencial energético e agricultável; porta de entrada para a América Latina.

A última edição do evento (2019) registrou 1.652 participantes, 1.035 reuniões, representação de 58 países e 20 embaixadores estrangeiros.

Empresa, Indústria e Comércio