Notícias

Sudeco recebe prefeito de Planaltina/GO e empresa de soluções ambientais para conhecer projetos de desenvolvimento para o Centro-Oeste

Foi discutida a viabilização do projeto de um Parque Industrial em Planaltina/GO, bem como tecnologias para tratamento de resíduos sólidos e de energia limpa para o Centro-Oeste
Publicado em 23/04/2021 11h09 Atualizado em 23/04/2021 12h22
IMG_6699.JPG
IMG_6684.JPG
IMG_6682.JPG
IMG_6693.JPG
IMG_6697.JPG

Na tarde desta quinta-feira (22), o superintendente do Desenvolvimento do Centro-Oeste, Nelson Fraga, recebeu a visita do prefeito de Planaltina, em Goiás, Cristiomário de Souza Medeiros, do Secretário de Urbanismo, Indústria e Comércio, Pablo dos Santos, e do diretor comercial do empreendimento Usitrar Eco Energy, Tarquinio Brasil. Na ocasião, o grupo discutiu sobre a implementação de um polo industrial no município de Goiás, denominado de  Acelera Planaltina e formas de apoio da autarquia para a viabilização do projeto. Além disso, na mesma reunião, o diretor da Usitrar apresentou à Sudeco informações sobre a tecnologia utilizada pelo empreendimento para o tratamento de resíduos sólidos e de produção de energia limpa como casos de sucesso que possam ser replicados no Centro-Oeste.

Acelera Planaltina

A prefeitura do município expos à Superintendência a necessidade de apoio para a concretização do parque industrial denominado Acelera Planaltina, pois ainda se encontra sem infraestrutura para receber os empreendimentos locais. Segundo o prefeito Cristiomário Medeiros, o parque necessita de um investimento de R$ 8,5 milhões para a concretização do projeto. O recurso seria destinado a obras de pavimentação asfáltica, drenagem de águas pluviais, distribuição de energia, entre outras estruturas importantes para receber o empresariado.

A superintendência orientou o prefeito sobre os trâmites necessários para a formalização do projeto junto à Sudeco. Segundo o superintendente Nelson Fraga esse seria o primeiro passo para que as propostas apresentadas possam integrar a carteira de projetos deste ano, mas que ainda necessitam de captação de recursos federais para a sua execução. “Após a entrada da proposta na Sudeco podemos apoiar a prefeitura, no sentido de ajudá-la na captação de recursos federais, via Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) ou emenda parlamentar, caso haja recurso disponível durante o ano”, ressalta Fraga.

 Soluções ambientais

No mesmo encontro, a Superintendência conheceu o projeto da empresa Usitrar, que trabalha com tecnologias para tratamento de resíduos sólidos urbanos, bem como a geração de energia limpa. O método utilizado pela Usitrar consiste no processo de decomposição de resíduos expostos a alta temperaturas (pirólise). Com isso, a usina consegue processar cerca de 120 toneladas diárias de resíduos sólidos, ou seja, 5 toneladas por hora. Desse processo, geram-se gás, combustível líquido, como querosene, assim como biomassa, que é utilizada para a geração de energia da própria empresa, como também pode ser vendida para empresas que utilizam carvão na queima, como indústria de cerâmica, por exemplo.

Com o caso de sucesso da Usitrar sendo referência no Brasil e no exterior, a Sudeco pretende entender a sua tecnologia para viabilizar projetos em parceria que possam ser implementados  no Centro-Oeste, como forma de tornar a região competitiva na questão de tratamento de resíduos sólidos, bem como melhorar as condições de reaproveitamento de lixo, tendo em vista o novo Marco Regulatório do Saneamento Básico do país, e gerar emprego e renda aos municípios.

O superintendente Nelson Fraga e equipe foram convidados pelo diretor comercial do empreendimento, Tarquinio Brasil, a conhecer a planta da nova usina de Manaus, no mês de maio.

Participaram da reunião o Coordenador Geral de Articulação de Planos e Projetos Especiais da Sudeco, Carlos Henrique de Araújo Filho, coordenador de Engenharia da Sudeco, Stenio Rodrigues Barboza, assim como o vereador de Planaltina, Fábio Santos e os assessores da prefeitura de Planaltina (GO), Milton Dias e Wellington dos Santos.

Comunicações e Transparência Pública