Secretário Especial Adjunto

Publicado em 15/01/2020 16h59
NOME DO CARGO Secretário Especial Adjunto
NÍVEL DO CARGO DAS 101.6
ÓRGÃO DE ATUAÇÃO SECRETARIA ESPECIAL DE ASSUNTOS FEDERATIVOS/SEGOV
SUBORDINAÇÃO SECRETARIA DE GOVERNO/PR
REQUISITOS LEGAIS Decreto n° 9.727/2019; Decreto nº 9.980/2019
DAS RESPONSABILIDADES
PRINCIPAIS RESPONSABILIDADES Apoiar o Secretário Especial de Assuntos Federativos (SEAF) sempre que delegado nas seguintes pautas:
- Acompanhamento da situação social, econômica e política dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios;
- Acompanhamento do desenvolvimento das ações federais no âmbito dos entes federativos;
- Gestão de informações, promoção de estudos e elaboração de propostas e recomendações para o aperfeiçoamento do pacto federativo;
- Subsídio e estímulo à integração dos entes federativos nas políticas públicas, nos planos e nos programas de iniciativa do Governo federal;
- Contribuição com os órgãos e as entidades da administração pública federal, estadual, distrital e municipal nas ações que tenham impacto nas relações federativas;
- Promoção da articulação e da interlocução dos órgãos e das entidades da administração pública federal com os entes federativos e na consolidação de informações e pareceres sobre propostas relacionadas com o aprimoramento da relação entre os entes federativos e do exercício das competências constitucionais dos entes federativos;
- Contribuição com os órgãos da Presidência da República na criação de instrumentos de avaliação permanente da ação governamental; e
- Estímulo e apoio a processos, atividades e projetos de cooperação dos entes federativos.
ESCOPO DE GESTÃO/EQUIPE DE TRABALHO Nos impedimentos ou sempre que delegado compete apoiar o Secretário Especial, em um escopo de gestão que abrange:
- Compreensão as etapas das políticas públicas (em especial, o acompanhamento social, econômico e político dos entes subnacionais);
- Elaboração de estudos e sistematização de informações estratégicas; e
- Articulação de ações para fortalecimento dos planos e programas do Governo federal no âmbito dos governos subnacionais.
DOS REQUISITOS DESEJÁVEIS
FORMAÇÃO E EXPERIÊNCIA - Atender ao disposto nos artigos 2º e 5º do Decreto nº 9.727, de 15 de março de 2019.
- Experiência profissional de 5 anos em Gestão Pública ou em atividades correlatas de atuação da SAF; ou
- Especialização em Gestão Pública ou áreas correlatas de atuação da SAF; ou
- Mestrado em Administração/Ciências Políticas ou áreas correlatas de atuação da SAF.
COMPETÊNCIAS - Orientação para os resultados;
- Visão sistêmica;
- Resolução de problemas complexos;
- Compartilhamento de conhecimentos;
- Análise situacional;
- Elaboração de documentos técnicos;
- Representação institucional;
- Estratégia de comunicação;
- Capacidade de negociação/articulação;
- Orientação para servir;
- Inteligência emocional;
- Liderança de equipes;
- Pensamento crítico;
- Construção de redes de relacionamento formais e informais que dão suporte à atuação;
- Adaptação a situações de pressão e de contrariedade, de forma adequada e profissional; e
- Assunção de responsabilidade pessoal para alcançar objetivos e metas estabelecidos.
OUTROS REQUISITOS - Organização pessoal;
- Gestão própria de tempo e demandas;
- Apresentação pessoal;
- Proatividade;