Notícias

Ministro Luiz Ramos apresenta o Plano Nordeste em Pernambuco e Alagoas

A primeira visita à região foi nos estados de Alagoas e Sergipe
publicado 16/10/2019 15h59, última modificação 16/10/2019 17h46
Plano Nordeste

João Pessoa / PB

 

O ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República (SeGov), Luiz Eduardo Ramos, esteve na quinta-feira (3), em Recife (PE) e na quarta-feira (4), em João Pessoa (PB) para apresentar o Plano Nordeste aos governadores, prefeitos e secretários estaduais.

O Plano Nordeste prevê ações nas áreas de infraestrutura, educação, capacitação, gestão, cidadania e produção. A previsão é de que o Governo Federal invista R$ 4,4 bilhões até dezembro de 2020, sendo que R$ 1 bilhão será aplicado até o fim deste ano.

Pouco mais de 220 municípios serão contemplados com o plano que deve beneficiar mais de 7 milhões de pessoas. “Não vim com soluções mirabolante e prometendo mundos e fundo. Vim com soluções palpáveis para o Nordeste”, disse o ministro.

Em Pernambuco, Luiz Eduardo Ramos, acompanhado de parlamentares e da secretária especial de Assuntos Federativos, Deborah Arôxa, visitou as obras da Estação Cidadania, em Jaboatão dos Guararapes. O empreendimento foi realizado com recursos federais e será entregue à população em novembro próximo.

Na sequência, se reuniu com mais de 60 prefeitos e parlamentares do Estado na Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE). Ramos ouviu as demandas prioritárias dos municípios, dentre eles a PEC 98/2019 que trata da cessão onerosa. O plano contemplará 22 municípios no estado, dentre eles: Jaboatão dos Guararapes, Petrolina e Granito.

Sem seguida, o ministro da SeGov foi recebido pelo governador Paulo Câmara, no Palácio das Princesas. Durante a reunião, as autoridades puderam apresentar um diagnóstico da situação do estado e das ações do Governo Federal para levar desenvolvimento à Pernambuco.

Já em João Pessoa (AL), as atividades iniciaram no Palácio da Redenção junto ao governador João Azevêdo. Ramos fez uma análise das ações do Governo Federal em todo país e destacou a importância em dar atenção prioritária ao Nordeste. Azevêdo apresentou os pleitos emergenciais do estado e seus principais avanços a frente do estado.

A última agenda em Alagoas foi diante de mais de 70 prefeitos da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (FAMUP) e parlamentares do estado. Foram diversos assuntos tratados, em destaque o apoio à mesma PEC que trata da cessão onerosa, bem como os desdobramentos da Marcha dos Prefeitos ocorrida em abril na capital do País.  O plano contemplará 30 municípios do estado, dentre eles: São João do Cariri, Barra de São Miguel e Campina Grande.

 

PLANO NORDESTE

O Plano Nordeste pretende investir R$ 4,4 bilhões na região Nordeste e melhorar a qualidade de vida de mais de 7 milhões de pessoas. Os projetos abrangem áreas da infraestrutura, educação, capacitação, gestão e cidadania. Dentre eles, está a ampliação e diversificação de canais de comercialização para pequenos e médios produtores, apoio à organização das cadeias agropecuárias e incentivo à agricultura familiar.