PrevCov

PrevCOV – Uma das maiores pesquisas sobre Covid-19 do mundo

Desde de 2020 o Brasil e o mundo investem esforços para controlar a pandemia de covid-19.

A Pesquisa de Prevalência de Infecção por Covid-19 no Brasil (PrevCov) é estudo soroepidemiológico nacional que pode fornecer informações que apoiem a tomada de decisão baseada em evidências, embasando as respostas em saúde pública e nos mostrando a distribuição da covid-19 e sua dinâmica de transmissão, sinalizando como a doença varia ou variou de acordo com o cenário específico das populações afetadas, e nos diferentes recortes geográficos: grandes regiões, unidades federadas, regiões metropolitanas e municípios das capitais.

Objetivo do PrevCOV

Estimar a prevalência da infecção pelos vírus SARS-CoV-2 em residentes do Brasil com estimativas para as capitais, unidades federadas e regiões metropolitanas de capital.

Amostra

62.097 domicílios
211.129 indivíduos
274 municípios serão incluídos

QUEM PARTICIPA DA PESQUISA

A PREVCOV vai trabalhar com os indivíduos selecionados na PNAD COVID19/IBGE.

A PNAD COVID19 é a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios que é realizada pelo IBGE desde maio de 2020, com realização de entrevistas por telefone com milhares de indivíduos de todo o território nacional, para estimar o número de pessoas com sintomas associados à síndrome gripal e monitorar os impactos da pandemia da covid-19 no mercado de trabalho brasileiro.

A PREVCOV vai trabalhar com os indivíduos selecionados na

Como acontece a pesquisa

1- Ministério entrará em contato com o cidadão por SMS/Whatsapp para informar que este foi selecionado para participar da pesquisa e fará uma ligação para:

  • confirmar participação no estudo
  • realizar entrevista
  • agendar coleta de material biológico de todos os moradores da residência.

2 – Profissionais de saúde de laboratório do Grupo Pardini (empresa contratada)

  • fará visita em domicílio
  • usuário receberá o termo de consentimento livre e esclarecido. menores de 18 anos deverão ter autorização dos pais ou responsáveis
  • coleta das amostras dos moradores da residência
  • identifica, processa e transporta as amostras de soro

3 - Fiocruz

  • recebe as amostras
  • analisa (CLIA)
  • emite resultado
  • devolve o resultado ao usuário
  • armazena (Biobanco)

IMPORTANTE: OS DADOS SÃO SIGILOSOS

Os dados dos participantes não serão divulgados. Serão adotados todos os procedimentos de segurança da informação já utilizados pelo IBGE, visando a não identificação dos participantes e a confidencialidade de todos os dados coletados. Somente os dados analisados em conjunto serão divulgados, mas nunca com informações pessoais dos participantes.

Como será a análise do material?

A análise será dirigida, principalmente, a avaliar a prevalência de COVID-19 na população brasileira, em diferentes recortes geográficos. Adicionalmente, será enfatizada a pesquisa de outros determinantes que podem influenciar essa prevalência, bem como um maior risco para adoecimento. Os dados da pesquisa também permitirão cálculos mais precisos de indicadores de morbidade e da letalidade pela doença.

Comitê de Governança

O Comitê de Governança será composto por:

Secretaria de Vigilância em Saúde
Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde
Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde - CONASS
Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde - CONASEMS
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE
Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ
Organização Pan Americana da Saúde - OPAS

Hipóteses

A hipótese principal é que a expressão da doença e a dinâmica de transmissão, variam/variaram de acordo com o cenário específico das populações afetadas no Brasil, e nos diferentes recortes geográficos: Grandes Regiões, Unidades Federadas, Regiões Metropolitanas, Municípios das Capitais.