Notícias

AVANÇO NA CAMPANHA

Ministério da Saúde bate recorde de distribuição de vacinas com mais de 33 milhões de doses entregues em maio

Mais 6,7 milhões de doses serão enviadas para todos os estados e Distrito Federal até quinta-feira (27)
Publicado em 25/05/2021 16h57 Atualizado em 31/05/2021 21h29
Ministério-da-Saúde-bate-recorde-de-distribuição-de-vacinas-com-mais-de-33-milhões-de-doses-entregues-em-maio.png

Foto: Tony Winston

Mais de 33 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 foram distribuídas pelo Ministério da Saúde em maio. O número representa um recorde mensal no envio de vacinas para todos os estados e Distrito Federal desde janeiro.

O recorde será alcançado nesta semana, com a distribuição de mais 6,7 milhões de doses distribuídas pela pasta para todo o Brasil. “Isso é um marco no avanço do ritmo na campanha de vacinação do país. Estamos comprometidos para vacinar toda a população até o fim do ano", afirma o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

O novo lote contém 6,1 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford, produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e outras 609 mil doses da Pfizer/BioNTech. A previsão é de que os estados e Distrito Federal comecem a receber as vacinas nas próximas 48 horas.

Nessa fase da distribuição, o ministério começará a enviar doses para a vacinação de trabalhadores de portos e aeroportos. A iniciativa de imunizar o grupo foi antecipada para ampliar e reforçar as medidas de proteção contra a nova variante do vírus.

Além disso, estão sendo destinadas doses para ampliar a vacinação em outros grupos prioritários:
• Pessoas com comorbidades;
• Gestantes e puérperas com comorbidades;
• Pessoas com deficiência permanente;
• Forças de segurança, salvamento e Forças Armadas, e;
• Trabalhadores da saúde.

As orientações e a quantidade de doses para cada Unidade Federativa estão no 19º informe técnico.

A estratégia de distribuição é revisada semanalmente em reuniões entre União, estados e municípios, observando as confirmações do cronograma de entregas por parte dos laboratórios. O objetivo é garantir a cobertura do esquema vacinal no tempo recomendado de cada imunizante: no caso das vacinas da Fiocruz e da Pfizer, o intervalo entre as doses é de 12 semanas.

QUASE 100 MILHÕES DE DOSES DISTRIBUÍDAS

Desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19, já foram destinados mais de 90 milhões de doses de imunizantes – até o momento, mais de 58,7 milhões foram aplicadas. O andamento da vacinação no país pode ser acompanhado pela plataforma LocalizaSUS.

DISTRIBUIÇÃO POR ESTADO

Acre

Paraíba

Alagoas

Pernambuco

Amazonas

Piauí

Amapá

Paraná

Bahia

Rio de Janeiro

Ceará

Rio Grande do Norte

Distrito Federal

Rio Grande do Sul

Espírito Santo

Rondônia

 

Goiás

Roraima

 

Maranhão

Santa Catarina

 

Minas Gerais

Sergipe

 

Mato Grosso do Sul

São Paulo

Mato Grosso

Tocantins

Pará

 

Marina Pagno
Ministério da Saúde
(61) 3315-3580 / 2351