Notícias

ALIANÇA GLOBAL

Brasil recebe mais 1 milhão de vacinas Covid-19 da Covax Facility

O Ministério da Saúde recebe unidades da Astrazeneca/Oxford na quarta-feira (21)
Publicado em 20/07/2021 15h59 Atualizado em 20/07/2021 17h15
Brasil recebe mais 1 milhão de vacinas Covid-19 da Covax Facility

Walterson Rosa/Ministério da Saúde

Um novo lote com mais 1 milhão de doses da vacina Covid-19 chega ao Brasil nesta quarta-feira (21) por meio do consórcio Covax Facility. Nessa remessa são entregues vacinas da Astrazeneca/Oxford, que serão distribuídas para estados e Distrito Federal pelo Ministério da Saúde nos próximos dias.

Ao todo, mais de 6 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford e 842,4 mil da Pfizer/BioNTech já foram entregues ao Brasil via aliança liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e outros parceiros.

As vacinas são entregues por meio de contrato do Brasil com a Covax. Ao todo, o consórcio deve entregar 42,5 milhões de doses de vacinas Covid-19 de diferentes laboratórios até o fim de 2021.

A Covax

O Brasil é um dos quase 200 países que integram a iniciativa global, criada para permitir o acesso justo e igualitário de vacinas Covid-19 por meio de parcerias com laboratórios. Além da OMS, o consórcio é coliderado pela Coalizão para Promoção de Inovações em prol da Preparação para Epidemias (CEPI) e pela Aliança Mundial para Vacinas e Imunização (Gavi), em parceira com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Pátria Vacinada

Até quinta-feira (22), serão enviadas aos estados e DF mais de 8,7 milhões de doses de vacinas Covid-19. Desde o início da campanha de vacinação, o ministério já distribuiu mais de 154 milhões de doses. A população-alvo no Brasil é de 160 milhões de brasileiros com mais de 18 anos.

Mais de 56,5% da população brasileira já recebeu a primeira dose da vacina no braço: são 90,4 milhões de pessoas. São 34,5 milhões de brasileiros com o ciclo vacinal completo, isto é, que receberam a segunda dose dos imunizantes ou dose única.

Ministério da Saúde
(61) 3315-3580 / 2351