Transferir Tecnologia sobre Apicultura e Meliponicultura
Última Modificação: 28/04/2020
  • O que é?

    Capacitar os produtores na criação de abelhas dos gêneros Apis (apicultura) e Meliponea (meliponicultura) visando a diversificação das propriedades, na conservação ambiental e no aumento das produtividades de diversas culturas através da polinização.

  • Quem pode utilizar este serviço?

    Produtores rurais, inclusive da agricultura familiar, participantes de associações e cooperativas de apicultores e meliponicultores.

    Requisitos necessários para o solicitante:

    Qualquer pessoa, com idade a partir de 16 anos, não alérgicos ao veneno das abelhas. O interessado deverá preencher formulário informando se tem ou não alergia ao veneno de abelhas no momento da inscrição.

  • Etapas para a realização deste serviço
    1. Inscrição no treinamento sobre Apicultura ou Meliponicultura.

      Entrar em contato com a Ceplac pessoalmente ou por telefone ou redes sociais. O curso é oferecido periodicamente como também pode ser solicitado, desde quando se tenham 10 pessoas, número mínimo para realizar o treinamento. A inscrição pode ser presencial ou on-line. A publicidade é feita em grupos de WhatsApp e site da Ceplac

      Documentação

      Documentação em comum para todos os casos
      • Identidade

      Canais de prestação

        Presencial : 
      1. Pessoalmente na sede da Ceplac no km 22, BR 415, Ilhéus, Bahia.
      Tempo estimado de espera Até 30 minuto(s)

        Telefone : 

      Tel. 73 32143253 

      Tempo estimado de espera Até 30 minuto(s)

      Tempo de duração da etapa

      Até 30 minuto(s)
    2. Realização da capacitação
      1. O treinamento é somente presencial e realizado no Núcleo de Apicultura e Meliponicultura da Ceplac. Tanto a parte teórica como prática são realizados no apiário e meliponário da Ceplac, localizado no km 22 BR415, Ilhéus, Bahia.

      Documentação

      Documentação em comum para todos os casos
      • Identidade

      Canais de prestação

        Presencial : 

      Tanto a parte teórica como prática são realizados no apiário e meliponário da Ceplac, localizado no km 22 BR415, Ilhéus, Bahia.

      Tempo estimado de espera Até 4 dia(s) útil(eis)

      Tempo de duração da etapa

      Até 4 dia(s) útil(eis)
    3. Recebimento de certificado de capacitação

      Certificados dos treinamentos são emitidos pelo Setor de Treinamento da Ceplac após a finalização do curso. O participante recebe o certificado se tiver pelo menos 80% de presença no treinamento.

      Canais de prestação

        Presencial : 

      Certificados dos treinamentos são emitidos pelo Setor de Treinamento da Ceplac após a finalização do curso. 

      Tempo estimado de espera Até 40 hora(s)

      Tempo de duração da etapa

      Até 40 hora(s)
  • Outras Informações
    Quanto tempo leva?
    Até 4 dia(s) útil(eis) é o tempo estimado para a prestação deste serviço.

    Este serviço é gratuito para o cidadão.

    Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, entre em contato

    Ediney Magalhães: 73 32143253 ou e-mail: Ediney.magalhaes@agricultura.gov.br


    Este é um serviço do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento . Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo.

    Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

    O usuário deverá receber, conforme os princípios expressos na lei nº 13.460/17, um atendimento pautado nas seguintes diretrizes:

    • Urbanidade;
    • Respeito;
    • Acessibilidade;
    • Cortesia;
    • Presunção da boa-fé do usuário;
    • Igualdade;
    • Eficiência;
    • Segurança; e
    • Ética

    Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

    O usuário do serviço público, conforme estabelecido pela lei nº13.460/17, tem direito a atendimento presencial, quando necessário, em instalações salubres, seguras, sinalizadas, acessíveis e adequadas ao serviço e ao atendimento.


    Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

    Tem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos, conforme estabelecido pela lei 10.048, de 8 de novembro de 2000.


Esta página foi útil para você?
Sim (13) Não (04)