Solicitar o credenciamento de equipes Saúde da Família para aumentar a oferta de serviço de saúde

Solicitar o credenciamento de equipes Saúde da Família para aumentar a oferta de serviço de saúde (ESF)
Iniciar
Avaliação: Sem Avaliação
Avaliação

O número antes das estrelas é a nota dada pelos usuários que utilizaram o serviço e vai de 1 a 5.
Depois das estrelas, entre parênteses, é a quantidade de usuários que avaliaram o serviço.
Os números são atualizados diariamente.

Iniciar
  • O que é?

    Equipe de Saúde da Família (eSF) é uma estratégia para organizar e aumentar a oferta dos serviços da Atenção Primária. A eSF deverá ser composta por médico generalista ou especialista em saúde da família ou médico de família e comunidade; enfermeiro generalista ou especialista em saúde da família; auxiliar ou técnico de enfermagem; e agentes comunitários de saúde. Podem-se acrescentar a essa composição, como parte da equipe multiprofissional, os profissionais de saúde bucal: cirurgião-dentista generalista ou especialista em saúde da família; e auxiliar e/ou técnico em Saúde Bucal.

    Como ter acesso?

    Os gestores municipais precisam seguir fluxo de credenciamento de equipes, que pode ser consultado no endereço: https://aps.saude.gov.br/gestor/financiamento/credenciamentos/
    O processo de solicitação de credenciamento de Equipes de Saúde da Família (eSF) é on-line, realizado pelo e-Gestor AB https://egestorab.saude.gov.br/. Pelo próprio sistema os gestores acompanham a situação do pedido de credenciamento.

  • Quem pode utilizar este serviço?

    Esse serviço tem como usuário o gestor municipal.

  • Etapas para a realização deste serviço
    1. Apresentar proposta

      Canais de prestação

        Web : 

      Ministério da saúde: Acesse o site.

      Tempo de duração da etapa

      Não estimado ainda
  • Outras Informações
    Quanto tempo leva?
    Não estimado ainda

    Informações adicionais ao tempo estimado

    Conforme disposições da Portaria GM/MS nº 1.037, de 21 de maio de 2021 que altera a Portaria de Consolidação GM/MS nº 2, de 28 de setembro de 2017, para dispor sobre os critérios técnicos para a definição da ordem de prioridade da análise de solicitações de credenciamento de equipes, serviços e adesão aos programas de Atenção Primária à Saúde e mediante disponibilidade orçamentária e financeira do Ministério da Saúde, conforme Portaria nº 2.979, de 12 de novembro de 2019 que institui o Programa Previne Brasil, que estabelece novo modelo de financiamento de custeio da Atenção Primária à Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde, por meio da alteração da Portaria de Consolidação nº 6/GM/MS, de 28 de setembro de 2017.


    Este serviço é gratuito para o cidadão.

    Para mais informações ou dúvidas sobre este serviço, entre em contato

    Contatos: e-mail: cggap@saude.gov.br e telefone: 61 3315-6224.


    Este é um serviço do(a) Ministério da Saúde . Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões favor contactá-lo.

    Tratamento a ser dispensado ao usuário no atendimento

    Serviço via Web.


    Informações sobre as condições de acessibilidade, sinalização, limpeza e conforto dos locais de atendimento

    Serviço via Web.


    Informação sobre quem tem direito a tratamento prioritário

    Serviço via Web.


Esta página foi útil para você?
Sim (4) Não (9)