Notícias

Urgência

Samu recebe investimentos de quase R$ 200 milhões do Governo

publicado: 04/10/2019 12h00, última modificação: 04/10/2019 20h11
O objetivo é otimizar o trabalho de atendimento médico especializado à população brasileira
Samu recebe investimentos de quase 200 milhões do Governo Federal

O investimento total é de R$ 199,7 milhões. - Foto: TV Brasil

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu192) teve um reforço de 866 unidades para o atendimento à população em todo o País, em 2019, incluindo renovação, ampliação e expansão da frota. Os veículos atendem à população de 672 municípios brasileiros em 24 estados.

Até o final do ano, o Ministério da Saúde pretende liberar mais 199 unidades, totalizando 1.065 ambulâncias adquiridas. O investimento total é de R$ 199,7 milhões e tem o objetivo é otimizar o trabalho de atendimento médico especializado à população brasileira.

A importância 

O Samu funciona 24 horas e presta aconselhamento e atendimento médico especializado à população brasileira. A ligação é gratuita e recebida numa central de regulação técnica, onde a primeira triagem é feita por um técnico. Neste primeiro atendimento perguntas básicas são feitas como endereço, nome da vítima, idade e sexo. Na sequência entra em ação um médico.

Samu - Alexandre Garcia BarbosaO diretor do Samu do Distrito Federal (DF), Alexandre Garcia Barbosa, explicou que este primeiro contato é fundamental para prestar o serviço adequado. “Para a gente saber aonde a gente vai enviar a viatura e pra que tipo de atendimento. Quando essa ligação chega ao médico, o médico vai fazer outras perguntas para ele saber se ele manda uma viatura avançada ou uma viatura básica. Por exemplo, ele pode perguntar se a pessoa está acordada ou está apagada, se ela está respirando ou não respirando, se ela responde a comandos ou não responde. Isso tudo é importantíssimo para que a gente saiba quais recursos enviar”, disse.