Notícias

Saúde

Brasil dá novo passo para aumentar produção de medicamentos contra câncer

Presidente da República, Jair Bolsonaro, participa da inauguração de Planta Farmoquímica Oncológica, em Itapira
Publicado em 06/08/2019 17h25
Brasil dá novo passo para aumentar produção de medicamentos contra câncer

Presidente durante visita à nova Planta Farmoquímica Oncológica Foto: Marcos Corrêa/PR

O Brasil, atualmente, é dependente de outros países para fabricação de insumos e, consequentemente, de medicamentos. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Insumos Farmacêuticos, em 2018 o país importou cerca de US$ 10 bilhões em medicamentos e insumos farmacêuticos e exportou apenas US$ 1,8 bilhões, o que resultou em déficit de US$ 8,2 bilhões.

Para diminuir esse déficit, nesta terça-feira (06), o presidente da República, Jair Bolsonaro, participou da inauguração da Nova Planta de Farmoquímica Oncológica no Complexo Industrial Cristália, na cidade de Itapira (SP). “Visa agora buscar algo na oncologia, acho que todos nós já tivemos amigos e parentes que se foram em razão disso”, afirmou. Bolsonaro destacou ainda a importância do investimento em tecnologia. “Um país que não detém a tecnologia, está condenado a ser escravo daqueles outros países que a detém”, disse.

Na fábrica, serão produzidos seis diferentes “princípios ativos” para medicamentos contra adenomas (um tipo de tumor) e câncer de mama, pulmão, medula, ossos e cérebro. Aumentar a produção brasileira torna o país menos dependente de insumos estratégicos e aumenta o acesso dos pacientes a tratamentos de ponta.

“Produzimos aqui 53% dos insumos que utilizamos [nos medicamentos]. Isso ganha importância quando sabemos que o Brasil importa mais de 90% dos insumos farmacêuticos ativos”, ressaltou o cofundador do laboratório, Ogari de Castro Pacheco, durante a inauguração.

Indústria farmacêutica X farmoquímica

São várias as indústrias relacionadas aos cuidados com a sua saúde. É comum confundir, por exemplo, as indústrias farmacêutica e farmoquímica. Apesar de estarem relacionadas, são diferentes. A indústria farmacêutica é a responsável pela produção dos medicamentos. Já os farmoquímicos são, basicamente, o princípio ativo presente nos medicamentos, também chamados de insumos.