Notícias

Combate Queimadas

Estados devem solicitar Garantia da Lei e da Ordem Ambiental ao Governo Federal

publicado: 26/08/2019 16h16, última modificação: 30/08/2019 15h46
A partir das demandas, estão sendo planejadas as ações de apoio das Forças Armadas às iniciativas já em andamento de combate aos focos de incêndio na região
Sete estados da Amazônia Legal têm Garantia da Lei e da Ordem Ambiental autorizada

Hércules sobrevoa áreas da floresta a uma altura aproximada de 46 metros Fonte: Ministério da Defesa

Dos nove estados que compõem a Amazônia Legal, até o momento sete formalizaram e tiveram autorizada a solicitação, pela Presidência da República, para emprego da Garantia da Lei e da Ordem Ambiental (GLOA). São eles: Acre, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. A partir dessas demandas, estão sendo planejadas as ações de apoio das Forças Armadas às iniciativas já em andamento de combate aos focos de incêndio na região. 

A missão das Forças Armadas na GLOA é de atuar, em coordenação com os órgãos de controle ambiental e de segurança pública, que já trabalham em nível estadual, para combater os crimes ambientais na Amazônia Legal.

As Forças Armadas já estão atuando com duas aeronaves C-130 Hércules, próprias para combater incêndios, em Porto Velho (RO). De acordo com a Aeronáutica, o C-130 conta com o sistema chamado MAFFS, do inglês Modular Airborne Fire Fighting System. O equipamento é composto por cinco tanques de água, que comportam até 12 mil litros de água, e dois tubos que se projetam pela porta traseira do avião.

Para realizar a missão, o avião tem que sobrevoar a área do incêndio a uma altura de 150 pés, aproximadamente 46 metros de altura. O lançamento, por meio de pressão, dura sete segundos e a própria inércia se encarrega de espalhar o líquido sobre o fogo, por uma linha de 500 metros. Após despejar a água, a aeronave retorna para Porto Velho, ponto de apoio, onde recebe um novo carregamento.

A 17ª Base Logística presta apoio ao realizar o reabastecimento de água para as aeronaves C-130. Para isso, são empregadas duas Viaturas de Transporte Especializado Cisterna de Água (VTE CTA). Cada caminhão tem capacidade para de 12 mil litros.

Força Nacional

 

No início da tarde deste domingo (25), 30 bombeiros da Força Nacional chegaram a Porto Velho para auxiliar nas ações de combate às queimadas. De acordo com o bombeiro militar Tenente Coronel Vandernilson Peres, a equipe vai trabalhar de forma integrada com o Exército, os órgãos estaduais e federais. "Esse pessoal esteve em Brumadinho e Moçambique, então são experientes na área. Além dos cursos voltados para desastres urbanos, temos especialistas em combate a incêndio florestal. Temos data para chegar, mas não para voltar. Estamos à disposição para contribuir", destacou o militar da Força Nacional.

Verba

De forma emergencial, o Ministério da Economia descontingenciou R$ 38,5 milhões para que o Ministério da Defesa dê continuidade às ações na região da Amazônia Legal.

Fonte: Ministério da Defesa