Notícias

FIB 2019

Brasil de mudanças e atraente para investimentos será mostrado no Fórum de Investimentos

publicado: 09/10/2019 18h25, última modificação: 09/10/2019 19h28
O FIB será aberto, nesta quinta-feira, pelo presidente Jair Bolsonaro
Brasil de mudanças e atraente para investimentos será mostrado no Fórum de Investimentos

No Fórum de Investimentos Brasil 2019 (FIB2019), considerado o maior evento do setor na América Latina, o Governo Federal vai mostrar um país de mudanças com um cenário econômico de juros baixos, reformas no campo político e grande potencial em infraestrutura a ser explorado. Um ambiente positivo para grandes oportunidades. O Fórum começa nesta quinta-feira (09), em São Paulo (SP). O presidente da República, Jair Bolsonaro, participa da abertura do evento.

Professor de Economia da Universidade PUC de São Paulo, Antônio Corrêa de Lacerda“Nós temos um dos maiores mercados do mundo. O Brasil é o oitavo PIB (Produto Interno Bruto) e está entre as dez maiores economias. Portanto, uma economia fortemente diversificada, tanto em atividades na agropecuária, na indústria tradicional, mineração, ainda mantém atividade na indústria de transformação e um setor de serviços também relevante. No âmbito do G20 você não vai encontrar outro país com tanta oportunidade quanto o Brasil”, destacou o professor de Economia da Universidade (PUC) de São Paulo, Antônio Corrêa de Lacerda.

Um país atraente para investimentos estrangeiros, rico em recursos naturais, com enorme mercado interno, grandes projetos de infraestrutura, potencial energético e de agricultura, a principal economia da região, porta de entrada para a América Latina e sétimo maior destinatário de Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) do mundo, de acordo com a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD). Este é o Brasil que será apresentado aos mais de 2.200 empresários nacionais e estrangeiros no FIB2019.

“A confiança dos empresários e do consumidor começou a recuperar. A taxa de juros  chegou a um patamar bastante baixo. Os mercados de crédito estão reagindo, tanto para o consumidor, quanto para empresas, e nós já estamos identificando sinais de retomada, tanto na produção, quanto no consumo. Isso nos deixa otimistas com relação à perspectiva de crescimento econômico”, diz o secretário especial substituto de Produtividade, Emprego e Competitividade do ministério da Economia, Caio Negari.
Secretário especial substituto de Produtividade, Emprego e Competitividade do ministério da Economia, Caio Negar

O objetivo do Fórum, que está na terceira edição, é ser uma vitrine e mostrar ao mundo um país que está fazendo o dever de casa com as reformas econômicas e o ajuste fiscal. Tudo isso para atrair investimentos que geram emprego e renda para a população. O destaque será para oportunidades de investimentos em setores estratégicos da economia, como infraestrutura, energia, agronegócio, tecnologia e inovação.

“O Brasil está se modernizando, acabando com essa agenda antiga. Essas reformas são uma agenda antiga que abre caminho para a nova agenda de transformação, inovação, tecnologia. Enfim, a agenda do futuro”, avalia o presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Acesse o site do FIB e confira a programação completa