Notícias

Nióbio

MME realiza evento para debater liderança brasileira e mundial na produção de nióbio

publicado: 28/08/2019 19h46, última modificação: 28/08/2019 19h46
O seminário, em Brasília, é gratuito, mas as vagas são limitadas
MME realiza evento para debater liderança brasileira e mundial na produção de nióbio

Crédito: Arquivo Público

O nióbio, metal usado para deixar o aço ainda mais forte e resistente, será tema do seminário “Liderança Brasileira na Cadeia Produtiva do Nióbio”, que será realizado no dia 05 de setembro, das 8h30 às 16h, no Auditório Térreo do Ministério de Minas e Energia (MME). O evento é uma parceria entre o MME, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Centro de Tecnologia Mineral (CETEM), Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República e o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM).

O Brasil responde, hoje, por cerca de 90% da produção mundial de nióbio, cujas ligas tem propriedades especiais como alta resistência a combustão e supercondutividade. Há demanda para o desenvolvimento de novas tecnologias no país para aplicação na medicina, transporte, engenharia, indústrias nuclear e espacial.

Neste seminário, será abordado o processo atual da cadeia produtiva do nióbio e também as perspectivas para o futuro, sua importância para o desenvolvimento tecnológico nacional, bem como usos e aplicações. erão levados a debate temas relacionados ao potencial dos recursos desse minério, a produção, perspectivas de mercado e desafios para novas aplicações do metal em produtos de tecnologia avançada, com agregação de valor.

O assunto será discutido em três painéis. Serão apresentados, por especialistas e técnicos do setor e por empresas produtoras no Brasil, painéis sobre o panorama do nióbio no Brasil e no mundo, sobre a indústria brasileira desse bem mineral incluindo mineração e metalurgia, e ainda, as diferentes aplicações, desafios e novos desenvolvimentos para a cadeia produtiva.

O seminário é gratuito, mas as vagas são limitadas. As inscrições podem ser feitas pelo link www.bit.ly/seminario_niobio.

Fonte: Ministério de Minas e Energia