Notícias

UAB 15 ANOS

Foz do Iguaçu já ofertou 4.700 vagas pelo Sistema UAB

Polo Universitário Darcy Ribeiro iniciou as atividades no início de 2007, pouco depois do início da Universidade Aberta do Brasil
Publicado em 10/06/2021 19h04

Foz do Iguaçu (PR) é um município multicultural, com a presença de mais de 72 grupos étnicos, e tem no turismo uma de suas principais fontes econômicas. Essa combinação demanda uma mão-de-obra qualificada que o ensino tradicional, sozinho, não consegue formar. A cidade paranaense é, desde 2007, uma das grandes beneficiárias da maior ação de promoção da educação a distância (EaD) do governo federal: já foram ofertadas 4.700 vagas pela Universidade Aberta do Brasil (UAB), sistema gerido pela CAPES, que completou 15 anos nesta terça-feira, 08 de junho.

Edilson Balzzan, coordenador da UAB em Foz do Iguaçu, relata que o Polo Universitário Darcy Ribeiro representa uma oportunidade de evolução para diversos perfis. “São vários os relatos de alunos que, por meio da formação e certificação, conquistaram espaço no mercado de trabalho da iniciativa privada e pública, alunos de origem simples que conseguiram estudar e melhorar suas condições de vida, alunos que mudaram de profissão, entre outros”, conta.

Situada no oeste do Paraná e a 635 quilômetros de Curitiba, capital do estado, Foz do Iguaçu possui população estimada em 250 mil habitantes. Grande parte da renda vem dos empregos gerados pela prestação de serviços ligados ao turismo, mas também da hidrelétrica binacional de Itaipu, a maior do mundo em produção anual de energia.

Itaipu e UAB são responsáveis por etapas fundamentais na formação profissional de Dangela Maria Fernandes, professora da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) desde 2015. A engenheira e tecnóloga ambiental trabalhou e se capacitou na Fundação Parque Tecnológico Itaipu e na Itaipu Binacional e foi aluna, tutora e professora em diferentes cursos ministrados pela Universidade Aberta do Brasil.

Em meio ao último ano de estudo de graduação em Engenharia Ambiental pela Faculdade União das Américas (Uniamérica), em 2010, Dangela começou uma especialização em Gestão Ambiental em Municípios. O curso, da UTFPR, era a distância e pelo Sistema UAB. “Eu tinha uma ideia pré-concebida do que seria a EaD, mas logo vi o esforço, a criatividade e o didatismo que a modalidade trazia aos professores. Senti que aprendia até mais nas aulas a distância”, conta. O título de especialista veio em 2012.

A relação com a Universidade Aberta do Brasil se diversificou antes mesmo do fim da especialização. Dangela foi tutora presencial de dois cursos no polo UAB em Foz do Iguaçu: Tecnologia em Gestão Pública, do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), e Controle da Gestão Pública Municipal, da Universidade Federal de Santa Catatina (UFSC).

Em meio a essas experiências, a engenheira continuou sua formação stricto sensu. Virou mestre em Energia da Agricultura, em 2012, e doutora em Agronomia, em 2015, ambas as etapas cumpridas na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), com bolsas da CAPES. No mesmo ano em que terminou o doutorado, a paulista de Assis passou no concurso na UTFPR e deu aulas a distância no velho conhecido curso de especialização em Gestão Ambiental em Municípios, pelo Sistema UAB.

“As experiências como estudante, tutora e professora em modalidades a distância me deram um dinamismo diferenciado. Com o ensino remoto em alta por causa da pandemia, ficou muito evidente o quanto isso me ajudou”, diz Dangela. “O bom uso do Sistema UAB tem melhorado a vida de muitas pessoas em Foz do Iguaçu, eu sou um exemplo disso”, conclui.

Universidade Aberta do Brasil
Criado em 2006, o Sistema UAB é integrado por 133 instituições públicas de ensino superior, com 890 polos parceiros, para facilitar o acesso à educação. São 121 mil matriculados. Em 14 anos, 272 mil  alunos se formaram.

Pela modalidade de educação a distância, o Sistema UAB leva a universidade pública de qualidade a locais distantes e isolados do País, facilitando iniciativas que estimulam a parceria entre governos federal, estaduais e municipais, com as instituições públicas de ensino superior. Sua meta principal é contribuir para a Política Nacional de Formação de Professores, do Ministério da Educação (MEC), por isso, as ofertas de vagas são prioritariamente voltadas para a formação inicial de professores da educação básica.

Legenda das imagens:
Banner: Logotipo da Universidade Aberta do Brasil - UAB (Foto: CAPES)
Imagem 1: Bloco da Universidade Aberta do Brasil em Foz do Iguaçu (PR), Polo Universitário Darcy Ribeiro (Foto: Arquivo Pessoal - Edilson Balzzan)
Imagem 2: Dangela Maria Fernandes discursa em evento na UFTPR, em 2016 (Foto: Arquivo Pessoal - Dangela Maria Fernandes)
Imagem 3: Auditório do Polo Universitário Darcy Ribeiro, do Sistema UAB, em Foz do Iguaçu - PR (Foto: Arquivo Pessoal - Edilson Balzzan)
Imagem 4: Laboratório de informática do Polo Universitário Darcy Ribeiro, do Sistema UAB, em Foz do Iguaçu - PR (Foto: Arquivo Pessoal - Edilson Balzzan)

Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações da Capes