Notícias

EDUCAÇÃO CONECTADA

Escolas terão recursos para conectividade na volta às aulas

Até o fim de outubro, R$ 145 milhões devem ser repassados a até 49 mil escolas da educação básica (a maioria de zona rural), para que contratem ou ampliem o serviço de internet
Publicado em 01/10/2020 17h00

 

Até o fim de outubro, cerca de 49 mil escolas da educação básica devem receber o total de R$ 145 milhões de reais para implantar, melhorar ou ampliar o serviço de conectividade nas unidades de ensino, beneficiando 14 milhões de alunos de todos os estados brasileiros, em mais de 4.600 municípios, por meio do Programa de Inovação Educação Conectada

"Nosso objetivo é contribuir para o acesso à internet pelas escolas públicas, dada a necessidade real de utilização de outras estratégias para além da sala de aula neste momento de pandemia", explicou a secretária da Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação (MEC), Izabel Lima Pessoa. 

Os recursos poderão ser utilizados para contratação de provedor de internet e para a compra de equipamentos como roteador, modem, nobreak etc. "É importante destacar que esses recursos podem ser utilizados tanto na contratação de serviço de acesso à internet, quanto para a melhoria de infraestrutura para distribuição do sinal pelas escolas", explicou a diretora de Articulação e Apoio às Redes de Educação Básica da SEB, Karine Silva dos Santos.   

Escolas rurais
Até o momento, a SEB já encaminhou a relação de 32.755 escolas ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), responsável pelo repasse de recursos pelo Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Desse total, 82% (26.894) são escolas rurais, ou seja, que têm mais dificuldade para ter acesso à internet. A portaria que define os critérios para o repasse de recursos pelo Educação Conectada para 2020 trouxe esse avanço, já que somente as escolas urbanas foram beneficiadas em 2019. Outro dado importante é que 73% (24.147) das escolas são municipais, enquanto que o restante é de redes estaduais e distrital de ensino.

 Cadastro
Para receber os recursos do Educação Conectada pelo PDDE, as escolas não podem ter pendências cadastrais junto ao FNDE. Por isso, é importante que os responsáveis pelas unidades de ensino consultem as informações prestadas ao sistema PDDEweb. O prazo para atualização cadastral termina no dia 30 de outubro

Assessoria de Comunicação Social com informações da Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação (MEC).