Notícias

BOLSAS

CAPES financia um terço da pós-graduação stricto sensu

Fundação concede bolsas a 96 mil dos 293 mil estudantes do Sistema Nacional de Pós-Graduação
Publicado em 10/11/2020 17h51

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) concede bolsas a cerca de 96 mil dos 293 mil estudantes do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG). Os dados, apresentados nesta terça-feira, 10 de novembro, no III Congresso Internacional de Direito do Trabalho e Direito da Seguridade Social do Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), representam quase 1/3 do total de financiamentos oferecidos para a especialização stricto sensu.

Na reunião, por videoconferência, Benedito Aguiar, presidente da CAPES, apresentou os desafios e perspectivas para o SNPG, ressaltou que é necessário manter o crescimento do Sistema, com financiamento pela Coordenação, “sem perder o olhar para a qualidade,  mantendo a consonância com as demandas da sociedade e prezando pelo desenvolvimento social e econômico do País”.

Durante sua apresentação, Aguiar defendeu que o SNPG cresça com qualidade, considerando padrões internacionais. “Precisamos que nossa produção aponte nessa direção. Considerar vocações regionais. Atuar pela redução de assimetrias. E, principalmente, buscar uma maior transferência de conhecimento para a sociedade”, disse o presidente da CAPES durante quase uma hora.

O Direito, foco principal do evento, também foi destacado. Aguiar observou que é, entre as 49 áreas de avaliação da CAPES, aquela com maior quantidade de publicações de livros e de artigos em jornais e revistas. No que diz respeito a periódicos, porém, ocupa a quarta posição entre as de Humanidades e a décima-primeira geral, com pouca relevância internacional.

O ano de 2020 encerra o quinto Plano Nacional de Pós-Graduação. Para o próximo ciclo, a CAPES planeja fortalecer a avaliação, ressaltou Aguiar. “A produção científica precisa ser valorizada, em termos de qualidade e fator de impacto. A produção acadêmica deve ser ampla e não pode deixar de considerar sua relevância para sociedade, em seus resultados. O processo de avaliação, nesse quadriênio, será um grande avanço para a internacionalização da produção científica”, afirmou.

Sobre a instituição organizadora
O Centro Universitário UDF é uma instituição privada de ensino superior que atua em Brasília (DF) desde 1969 oferecendo cursos de graduação e pós-graduação nas áreas de Ciências Biológicas, Exatas e Humanas.

Assessoria de Comunicação Social da Capes