Notícias

AÇÕES INTERNACIONAIS

Avaliadores de cursos de economia passam por capacitação

Aprovados atuarão em avaliações externas in loco de cursos de graduação para acreditação no Sistema Arcu-Sul. Quatro brasileiros participam da capacitação
Publicado em 07/10/2020 16h34


Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) oferece, desde o dia 28 de setembro, curso-piloto para formar avaliadores de cursos de graduação, no âmbito do Sistema de Acreditação Regional de Cursos de Graduação do Mercosul e Estados Associados (Arcu-Sul). A capacitação, promovida pela Rede de Agências Nacionais de Acreditação (Rana), ocorre até o dia 2 de novembro, na modalidade a distância, via Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), com atividades síncronas e assíncronas. 

Esta edição do curso formará profissionais da área de economia para atuarem nos processos de avaliação externa in loco de cursos de graduação para acreditação no Sistema Arcu-Sul. Quatro brasileiros participam da qualificação, que conta ainda com participantes de países como Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai. Os aprovados integrarão o Banco Internacional de Pares Avaluadores (Bipe).

Pesquisadores da Coordenação-Geral de Avaliação dos Cursos de Graduação e de Instituições de Ensino Superior da Diretoria de Avaliação da Educação Superior (Daes) do Inep auxiliaram no planejamento da capacitação desde outubro de 2019 até este ano. Atualmente, eles atuam como tutores no curso.

Arcu-Sul – O Sistema de Acreditação Regional de Cursos de Graduação do Mercosul e Estados Associados realiza avaliações e acreditações de cursos universitários. O objetivo é dar garantia pública, na região do Mercosul e dos estados associados, dos níveis de qualidade acadêmica e científica dos cursos. Os países participantes são Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Chile, Colômbia e Equador. No Brasil, o Inep é o executor do sistema de avaliação. 

Bipe – As avaliações ocorrem por meio de um grupo de avaliadores, denominados “pares evaluadores”, que seguem os critérios de qualidade Arcu-Sul. Para integrar o Bipe, é necessário passar por capacitações presenciais, em seminários regionais, e de formação continuada, a distância. Quando passam a fazer parte do Bipe, os avaliadores podem ser convocados para avaliações em qualquer país integrante do Sistema Arcu-Sul. O Paraguai é o país responsável por gerenciar esta edição do curso-piloto de avaliadores.

 

Assessoria de Comunicação Social do Inep