Notícias

CIBEC

Acervo do Inep mostra evolução da educação brasileira

Arquivo Histórico preserva documentos produzidos pelo Instituto entre 1937 e 1980. Material possui valor informativo e é de livre acesso para a sociedade
Publicado em 09/06/2021 15h44 Atualizado em 09/06/2021 15h47

Acervo do Inep preserva informações de 43 anos de trabalhos relacionados ao desenvolvimento da educação brasileira, dividido em 53 séries documentais. Crédito: Ascom/Inep.No Dia Internacional dos Arquivos, comemorado nesta quarta-feira, 9 de junho, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) lembra a importância do seu arquivo histórico para a educação brasileira. O acervo faz parte do Centro de Informação e Biblioteca em Educação (Cibec), responsável pelo gerenciamento e a disseminação de informações educacionais, entre outras atividades.

Quando foi criado, em 1980, o Arquivo Histórico do Inep tinha o objetivo de reorganizar os arquivos do Ministério da Educação (MEC) em Brasília, produzidos no período de 1937 a meados de 1980. No acervo estão registradas informações sobre a construção e o desenvolvimento do sistema educacional brasileiro, com documentos produzidos e recebidos pelos agentes do Inep, classificados como permanentes. O material possui valor histórico, probatório e informativo, além de estar disponível à sociedade.

Na época da criação desse catálogo, uma das funções do Inep era promover diversos estudos sobre a situação da educação no País, que serviram como base para a realização de mudanças no sistema educacional e na legislação. Esse processo proporcionou, na atualidade, a análise e a compreensão do histórico de mudanças, melhorias e crescimento do ensino brasileiro.

Documentos – O acervo preserva informações de 43 anos de trabalhos relacionados ao desenvolvimento da educação, dividido em 53 séries documentais. Essa divisão baseia-se majoritariamente em uma sistemática que envolve ordenação por setor de origem, tipologia documental e assunto. As séries são compostas por documentos textuais, seguidos de iconográficos (imagens) e cartográficos (mapas), o que totaliza 218,68 metros lineares de documentos ou, aproximadamente, 1 milhão e meio de folhas.      

AToM – Para a disponibilização das informações do Arquivo Histórico do Inep, é utilizada a ferramenta AToM (Access to Memory), que, em português, significa “acesso à memória”. Ela é uma plataforma on-line, de código aberto, realizada pela comunidade arquivística internacional. AToM é um projeto colaborativo, que possibilita a disseminação de documentos arquivísticos por parte de qualquer instituição, em conformidade com as normas do Conselho Internacional de Arquivos (CIA).

No Inep, a ferramenta encontra-se em fase de alimentação. A equipe da Diretoria de Estudos Educacionais (Dired) está descrevendo, gradativamente, toda a documentação histórica do Instituto. Das 53 séries existentes no acervo, 9 estão completas e disponíveis para acesso. Já as outras séries possuem alguns documentos disponíveis.  

Dia Internacional dos Arquivos – Comemorado em 9 de junho, o Dia Internacional dos Arquivos tem o objetivo de celebrar a importância da gestão e da preservação de acervos arquivísticos. A escolha da data é em homenagem ao dia em que a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) criou o CIA, em 1948.

Acesse o Arquivo Histórico do Inep 

Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações do Inep