Chamada para Propostas no Gemini - 2021B

Publicado em 17/12/2020 12h31 Atualizado em 02/04/2021 10h47 expirado

Gemini abre chamada para propostas para o semestre 2021B

 

Data limite para submissão de propostas:  02 de  abril de 2021, sexta-feira, às 23:59 (horário de Brasília)

 IMPORTANTE: Para suporte favor enviar e-mail para arardila1968@gmail.com 

 

ATENÇÃO: Informamos que na noite do 23/03 durante trabalhos de engenharia no Gemini Norte foi possível terminar os reparos do sistema de óptica adaptativa  ALTAIR no modo de Laser Guide Star.Os testes realizados foram bem sucedidos. Portanto, este modo de observação estará já disponível para 2021B.

 

Para mais informações sobre os destaques para 2021B e os instrumentos disponíveis, veja a Semester 2021B Call For Proposals publicada pelo Gemini.

 

Tempo disponível para a comunidade brasileira (*):

68.8 horas no Gemini Norte

64.4 horas no Gemini Sul 

 

A NTAC alerta:

  • Propostas que não respeitarem o número limite de páginas ou que não respeitarem as Regras para Propostas da NTAC serão desconsideradas.
  • Não será permitido qualquer alteração na proposta depois da data limite para submissão.

 

Páginas web importantes:

  • A ferramenta para a confecção e envio de propostas para o Gemini e o Subaru (através do programa de intercâmbio de tempo) podem ser baixadas do seguinte endereço:
  • Templates em latex e word para criar o anexo pdf com a descrição científica e técnica da proposta podem ser obtidos aqui:
  • Página do Escritório Nacional do Gemini, con informações para os PIs:

Destaques: 

  • Gemini está anunciando a chamada para envio de propostas, semestre 2021B, como de costume. Contudo, mudanças não previstas podem acontecer e impactar os instrumentos e o tempo de observação devido à pandemia de COVID- 19.
  • Devido à pandemia, o Gemini não está aceitando astrônomos visitantes no telescópio até novo aviso.  Portanto, os modos de observação clássico e de  visitante prioritário não estão sendo ofertados em 2021B. Gemini encoraja o uso do modo “Escuta remota” para todos os programas na fila de observação.
  • Tanto Gemini Norte quando o Gemini Sul estarão fechados temporariamente    durante 2021B para manutenção dos espelhos. No caso do GN, esses trabalhos acontecerão entre o 9 de agosto e o 3 de setembro. Já no GS, a interrupção está prevista para o período 12 – 31 de outubro. As datas são provisórias e  dependem da evolução da Pandemia.
  • O sistema de óptica adaptativa Altair estará disponível em 2021B unicamente no  modo NGS (natural guide star).
  • GNIRS (espectógrafo IR na faixa 1-5 microns) poderá estar indisponível entre   setembro até finais de outubro para a instalação da unidade de campo integral incluindo o fechamento para trabalhos de    engenharia no telescópio (veja abaixo),  GNIRS só poderá ser utilizado entre novembro e janeiro de 2021B.
  • Os instrumentos visitantes Alopeke e MAROON-X  estarão  disponíveis em  2021B sujeitos a demanda.

Confira abaixo os instrumentos disponíveis para 2021B

 

Gemini Norte:  

Está previsto o fechamento do telescópio para labores de engenharia durante 25 noites, iniciando em 9 de agosto e finalizando o 3 de setembro de 2021. As atividades podem ser suspensas dependendo da evolução da COVID-19. Pesquisadores com alvos entre 18-19 h de ascensão reta (AR) devem procurar alvos alternativos que possam ser observados em períodos posteriores do semestre. 

Os alvos devem estar limitados às coordenadas 18 h < AR < 13.5 h e -37° < dec < +90°. Devido à manutenção programada dos espelhos e a limitações instrumentais, restrições adicionais podem ser aplicadas a instrumentos específicos. Favor conferir caso a caso.

GMOS-N (0.36-1.03 micron imageador e espectrômetro): disponível todo o semestre. A rede de R 600 está disponível somente para programas clássicos. Novos filtros OVI/OVIC estão também disponíveis.

GNIRS (1 - 5 micron; espectrômetro no infravermelho): A previsão é que esteja disponível somente a partir de novembro por causa da instalação do módulo IFU e o fechamento para trabalhos de engenharia. Note que alvos no intervalo 18 – 22 h de ascensão reta (RA) não poderão ser observados. A câmera curta no vermelho (short red camera) não estará disponível para 2021B. Imageamento YJHK está disponível através da câmara de aquisição.

NIFS (0.95 - 2.4 micron; espectrômetro de campo integral no infravermelho): disponível todo o semestre. O módulo de óptica adaptativa estará disponível apenas no modo de estrela de guiagem natural (NGS). 

NIRI (1 - 5 micron; imageador infravermelho): disponível todo o semestre. A exemplo de semestres anteriores, o NIRI não está disponível em modo espectroscópico.

Instrumentos Visitantes: oferecidos em 2021B (sempre sujeito à demanda), somente em modo fila:

GRACES:  espectrógrafo óptico echelle (0.4 a 1.0 micron) de alta resolução (R~67500).

ALOPEKE: câmera ultra rápida que fornece imagens no limite de difração, nova geração da camera DSSI. 

MAROON-X: (espectógrafo óptico de alta resolução, R~80.000) estará disponível para ciência (sujeito a demanda) no Gemini Norte em 2021A. 

Gemini Sul:

Os alvos devem estar limitados às coordenadas 16 h < AR <  12 h e -90° < dec < +28°. Restrições adicionais podem ser aplicadas a instrumentos específicos. Favor conferir caso a caso.

GMOS-S (0.36-1.03 micrometros –  imageador e espectrômetro): disponível todo o semestre. O detector do GMOS-S atualmente sofre de baixa eficiência na transferência de carga no CCD#1. Isso pode afetar observações nod-and-shuffle e IFU. O Gemini está trabalhando para resolver esse problema e atualizações sobre o seu estado serão disponibilizadas na página web do Gemini Sul. A rede R600 não estará disponível em 2021B.

FLAMINGOS-2 (0.9-2.4 micrometros –  Imageador e espectrógrafo no infravermelho próximo): oferecido como instrumento regular nos modos de imagem e fenda longa. O comissionamento do modo multi-objeto (MOS) não foi finalizado mas espera-se que possa ser oferecido como parte do programa Fast-Turnaround durante o semestre.

GSAOI (0.9-2.4 micrometros - Imageador de óptica adaptativa no IV próximo) + Sistema de Óptica Adaptativa GeMS: Espera-se que entre dois a três blocos de observação com 7 noites cada sejam alocados em 2021B. O número final de blocos alocados dependerá da demanda. Existem limitações importantes para as estrelas de guiagem. Os proponentes devem verificar a disponibilidade de uma constelação de estrelas de guiagem através do Observing Tool antes de submeter uma proposta. Observações em IQ85 são possíveis para programas que pretendem obter imagens com FWHM ~ 0,2", diferente das imagens com FWHM < 0,1" obtidas em IQ70 ou IQ20 (ver Performance & Limiting magnitude). 

Instrumentos Visitantes: oferecidos em 2021B (sujeito à demanda), somente em modo fila:

Zorroimageador óptico de dois canais que fornece imagens simultâneas em dois filtros no limite de difração, com um campo de 2,8 segundos de arco;

IGRINS (Immersion Grating Infrared Spectrometer): espectógrafo echelle de alta resolução (R~45.000) no infravermelho próximo (1.45-2.5 microns)

Existe uma nova versão do programa Phase I Tool (PIT) para 2021B - veja a página web do PIT para download, a página do PIT Help para informações adicionais e para vídeos explicativos sobre o preenchimento do PIT. Modelos em Latex e Word estão disponíveis para criar um anexo em pdf, contendo a Justificativa Científica, a Justificativa Técnica e outros textos.

O resultado obtido com a calculadora de tempo de integração (ITC) deve ser anexado ao PDF da proposta, utilizando o modelo padrão do Gemini.

Troca de tempo com o Telescópio Subaru

A troca de tempo entre Gemini e Subaru continuará em 2021B. A expectativa é de disponibilizar aos usuários do Gemini até 5 noites no Subaru. As propostas dentro do esquema de troca de tempo devem ser submetidas através do PIT 2021B do Gemini durante a chamada regular. Um resumo da instrumentação disponível é detalhado a continuação. Aconselhamos aos PIs consultar também a chamada de propostas específica desse telescópio.

Instrumentos oferecidos no Subaru em 2021B:

  • AO188 (Sistema de óptica adaptativa de 188 elementos do Subaru). Disponível unicamente no modo Natural Guide Star. O modo LGS-AO não será oferecido.
  • FOCAS (optical camera and spectrograph).
  • HDS (optical high dispersion spectrometer)
  • Hyper Suprime-Cam (HSC - very wide field optical to far-red imager) está disponível excepto por um período de de aproximadamente 2,5 meses em data a ser determinada. O modo fila é o modo padrão do instrumento embora possa ser solicitado observações no modo clássico. 
  • IRCS (infrared camera and spectrometer, with Adaptive Optics capability). Indisponível entre agosto e setembro. No restante do semestre poderá ser utilizado. O modo polarimétrico está sendo oferecido em risco-compartilhado. 

 

O Brasil adota o modelo padrão do Gemini (GemPhase1 .doc ou .tex) para o anexo em PDF contendo a Justificativa Científica, a Justificativa Técnica. 

 

Importante:  Confira as regras da NTAC para submissão de propostas em Regras para PropostasA NTAC NÃO ACEITARÁ PROPOSTAS QUE EXCEDAM OS LIMITES DE PÁGINAS.

05/março/2021 Publicação da chamada para propostas 
02/abril/2021 Data limite para submeter propostas ao BrGO 
12 e 13/maio/2021   Reunião da NTAC-Brasil
01/junho/2021 Reunião da ITAC 
15/junho/2021 Disponibilização dos programas aprovados para completar a Fase II (previsão)
01/julho/2021 Início da revisão da Fase II - 7 dias é o prazo esperado para resposta pelo BrGO (a partir de "For Review") e pelo CS do Gemini (a partir de "For Activation")
15/julho/2021 Data limite para submissão do detalhamento dos programas em Fase II  ("For Review") pelos PIs para o BrGO 
01/agosto/2021 Início do semestre 2021B


Lista dos Instrumentos disponíveis

Gemini Norte

Instrumento Descrição
GMOS-N imageador e espectrógrafo no óptico (0.36-1.03 µm)
      GNIRS 
espectrógrafo no IV próximo (1-5 µm)
NIFS espectrógrafo de campo integral (IFU) no IV próximo (0.95-2.40 µm)
NIRI imageador de baixa resolução no IV próximo (1-5 µm)
Instrumento Visitante Descrição
GRACES
Gemini Remote Access to CFHT ESPaDOnS Spectrograph (GRACES) - espectrógrafo óptico de alta resolução (R~67500), com cobertura espectral desde 0.4 a 1 micron
ALOPEKE nova geração do instrumento DSSI - imageador óptico de dois canais que fornece imagens simultâneas em dois filtros no limite de difração, com um campo de 2,8 a 5,6 segundos de arco

MAROON-X espectógrafo óptico de alta resolução, R~80.000

Gemini Sul

Instrumento Descrição
GMOS-S
imageador e espectrógrafo óptico (0,36 - 1,03 µm)
FLAMINGOS-2
espectrógrafo e Imageador de campo amplo (0,9 - 2,4 µm)
GSAOI imageador de óptica adaptativa no IV próximo (0,9 - 2,4 µm)
Instrumento Visitante Descrição
Zorro nova geração do instrumento DSSI - imageador óptico de dois canais que fornece imagens simultâneas em dois filtros no limite de difração, com um campo de 2,8 segundos de arco
IGRINS espectrógrafo echelle de alta resolução (R~45k) no infravermelho próximo com cobertura simultânea das bandas H e K (1,45 - 2,5 µm).

 

Intercâmbio Instrumental

 

A comunidade Gemini terá direito ao intercâmbio de um mínimo desejado de 5 noites clássicas no Subaru (número real pode variar dependendo da demanda de ambos os telescópios). 

As propostas devem ser submetidas através do processo normal do Gemini (PIT) - ver as orientações sobre o intercâmbio em Intercâmbio de tempo com Subaru e Exchange Time e a disponibilidade dos instrumentos. 

Devem ser solicitadas noites inteiras ou até um limite mínimo de meia noite (ou múltiplos de 0,5 noite), em modo clássico. Pedidos para o instrumento em modo fila ou programas "filler".

Observatório Instrumento Descrição Disponibilidade

Subaru

AO188 Subaru 188 elements
Adaptive Optics system. Não disponível no modo LGS-AO

Modo Clássico

noites inteiras ou meia noites
Modo fila disponível para o instrumento Hyper Suprime-Cam (HSC)
Disponível todo o semestre.
FOCAS 
Espectrógrafo e câmara óptica
HDS  Espectrógrafo óptico de alta dispersão
Hyper Suprime-Cam (HSC) (1)  Imageador óptico e no vermelho distante de grande campo 
IRCS  Câmara e espectrógrafo infravermelho

(*) O acordo do Brasil com o Gemini foi renovado no início de 2016, onde o Brasil contribui com cerca de 5,9% do orçamento total. Devido ao tempo cativo para os anfitriões (10%), Chile e Universidade do Havaí, ao Tempo de Diretor (5%), ao tempo garantido de desenvolvedores dos instrumentos e ao tempo cedido ao sistema "Fast Turnaround" (10%) a porcentagem real do tempo de telescópio para o Brasil acaba sendo um pouco diferente da contribuição total. Em 2020B, o tempo disponível para a comunidade brasileira representará em média 4,5 % do tempo de ciência em cada telescópio.