Notícias

INT integra nova edição Manual de Tecnovigilância lançada pela Anvisa

Atuando na certificação de produtos para a saúde há 20 anos, na qualidade de primeiro Organismo de Certificação de Produtos público do Brasil (OCP 0023), o Instituto Nacional de Tecnologia integra a edição por meio das tecnologistas Rosana Carvalho Esteves e Janaína Dallas Fonseca da Silva.
Publicado em 26/05/2021 00h00 Atualizado em 26/05/2021 15h04
manual-tecnovigilancia-2021

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançou a edição revisada e ampliada do Manual de Tecnovigilância: abordagens para a vigilância sanitária de produtos para saúde comercializados no Brasil. Resultado de uma construção coletiva, a publicação reuniu profissionais de diferentes áreas, que abordam diversos aspectos da tecnovigilância, que visa garantir a segurança do uso de produtos para a saúde para a população. A edição não só atualiza o manual anterior, elaborado entre 2006 e 2008, como leva em conta transformações causadas por inovações tecnológicas, novos marcos regulatórios e políticas públicas, promovendo debates sobre os desafios da vigilância pós-mercado dos dispositivos médicos.

Atuando na certificação de produtos para a saúde há 20 anos, na qualidade de primeiro Organismo de Certificação de Produtos público do Brasil (OCP 0023), o Instituto Nacional de Tecnologia (INT) integra a edição por meio das tecnologistas Rosana Carvalho Esteves e Janaína Dallas Fonseca da Silva, que assinam o capítulo Certificação de materiais de uso em saúde como estratégia de garantia de sua segurança e eficácia. Gerente e gerente-substituta de certificação do OCP 0023, elas traçam um panorama do processo de avaliação da conformidade de dispositivos médicos no país, destacando sua crescente relevância e principais demandas.

A publicação pode ser baixada no link: https://www.gov.br/anvisa/pt-br/centraisdeconteudo/publicacoes/fiscalizacao-e-monitoramento/tecnovigilancia/manual-tecnovigilancia-2021-v4.pdf/view