Breve Histórico

Publicado em 07/05/2021 12h58 Atualizado em 07/06/2021 17h30

O Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA) foi criado a partir da transferência do Museu de Biologia Professor Mello Leitão, fundado por Augusto Ruschi em 1949, para a estrutura do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), por intermédio da Lei 12.954, sancionada em 05 de fevereiro de 2014.

O INMA caracteriza-se como uma instituição científica, tecnológica e de inovação (ICT), nos termos da Lei nº 10.973/2004. A sede do Instituto está localizada na área urbana do município de Santa Teresa, Espírito Santo, onde se desenvolvem as atividades administrativas, científicas, museológicas e educativas.

O INMA tem a responsabilidade de preservar valioso acervo biológico– formado por 120.000 espécimes da fauna e 53.000 registros da flora brasileira, sobretudo da Mata Atlântica, e gerenciar duas áreas de conservação próximas à sua sede – a Estação Biológica de São Lourenço e a Estação Biológica de Santa Lúcia – compartilhada com a Universidade Federal do Rio de Janeiro e Associação de Amigos do Museu Nacional.

 

Alameda do parque do Museu Mello Leitão.Foto: Leonardo Meira, 2019.