Notícias

MCTI participa de encontro sobre biomedicamentos no combate à Covid-19

Evento debateu alternativas para que o Brasil não fique na dependência de insumos estrangeiros
Publicado em 10/06/2021 18h11 Atualizado em 17/06/2021 15h32
Summit_Brasil.jpeg

Na terça-feira (8), o coordenador-geral de Ciências da Saúde, Biotecnológicas e Agrárias do MCTI, Thiago Moraes, participou do Summit Brasil 2021, que discutiu a importância dos biomedicamentos no enfrentamento da pandemia, os impactos da Covid-19 nos investimentos público e privado em pesquisa e desenvolvimento no Brasil e a extrema dependência externa de insumos.

Segundo Thiago Moraes, que participou do painel sobre a dependência de insumos a inovação deve ser considerada como um dos principais caminhos para a busca da autonomia do Brasil no setor. “Tendo a produção concentrada em fármacos e medicamentos inovadores nossa indústria não sofrerá com a concorrência de insumos produzidos no exterior”, avaliou. O coordenador da CGSB destacou também que “o setor precisa de uma política articulada entre C&T, Saúde e Economia para ter sustentação e tornar nosso país menos dependente de insumos importados”.

Também participaram do painel o co-fundador do Laboratório Cristália, Ogari Pacheco, o CEO da Blau Farmacêutica, Marcelo Hahn, e a assessora parlamentar da liderança do governo no Congresso, Mirna Poliana.

Ciência e Tecnologia