Notícias

Aplicativo

IRDose está disponível para uso livre e grupo busca colaborações

Publicado em 06/10/2021 03h23 Atualizado em 22/10/2021 04h06

   O IRDose é um aplicativo web para dosimetria personalizada de pacientes em terapia com radionuclídeos destinado à dosimetria em medicina nuclear que realiza o cálculo da dose absorvida.   É importante administrar ao paciente uma quantidade ideal de radiofármaco para garantir a eficácia do tratamento e reduzir a probabilidade de toxicidade em órgãos considerados de risco. Estudos recentes indicam que o planejamento do tratamento baseado na dosimetria personalizada é uma forma de otimizar a terapia, melhorando sua eficácia e segurança. 

Tradicionalmente, a terapia com os elementos radioativos chamados de radionuclídeos é realizada por administração de atividade fixa, considerada segura para toda uma população. No entanto, isso leva a uma flutuação significativa nos valores de dose absorvida entregues aos tecidos tumorais e órgãos de risco, dificultando a previsão dos resultados do tratamento. Para realizar a medição, o app utiliza o método de Monte Carlo e imagens anatômicas (por tomografia computadorizada e ressonância magnética) e funcionais (por tomografia SPECT e PET) do paciente. 

Assinam como autores do registro, concedido pelo INPI em março deste ano, Daniel Baptista Bonifácio, Lídia Vasconcelos de Sá, Gustavo Coelho Costa, Leanderson Pereira Cordeiro e Marcelo Gardini do Amaral. “O IRDose é bastante relevante para instalações de medicina nuclear que não podem pagar por um sistema de dosimetria de alto custo e não possui corpo técnico qualificado em dosimetria personalizada”, explica Daniel Bonifácio, acrescentando que o IRDose é uma ponte para aqueles interessados ​​em aprender mais sobre dosimetria personalizada sem precisar instalar qualquer hardware ou software, utilizando apenas um navegador web.

  O grupo acredita que, ao ser amplamente difundido, o IRDose poderá reunir informações úteis nas políticas de saúde pública. Busca, ainda, colaboração com instituições europeias e americanas para avaliar o aplicativo e adicionar recursos que possam expandir seu uso, como visualização de imagens no navegador da web, segmentação não-supervisionada e caracterização de tumores. O aplicativo também será interligado ao NIREA (https://www.nirea.com.br/), que tem como objetivo estabelecer níveis de referência em atividade para promoção da otimização dos procedimentos clínicos. Está disponível em https://irdose.ird.gov.br/ 

Ciência e Tecnologia