OBSERVATÓRIO COVID-19

Publicado em 26/03/2020 18h32 Atualizado em 23/10/2020 19h45

covidfaixa2020.png

Diante da emergência da COVID-19, esta página tem como objetivo divulgar as tecnologias que possam ser de utilidade para ações globais e locais e serem capazes de contribuir para solução deste problema, de forma que os atores do Sistema de Inovação brasileiro tenham ferramentas para desempenharem com excelência o seu papel.

   PRIORITARIO6C4.png 


ARTIGOS E NOTÍCIAS

23 de outubro de 2020                                                                                          

DESTAQUES 

A Food and Drug Administration aprovou o remdesivir, terapia antiviral da Gilead Sciences Inc., na quinta-feira (22/10/2020), tornando-o o primeiro medicamento a obter autorização formal para o tratamento da COVID-19. Os reguladores concederam uma autorização de uso emergencial para o remdesivir no início deste ano e, desde então, o medicamento se tornou uma terapia amplamente usada em pacientes hospitalizados com COVID-19. A aprovação do remdesivir, vendido sob a marca Veklury, permitirá que a Gilead comercialize o medicamento e fale sobre seus benefícios para médicos, enfermeiras e pacientes. Embora o medicamento estivesse em falta inicialmente, a Gilead disse que o medicamento agora está amplamente disponível em hospitais de todo os EUA, pois a capacidade de fabricação se expandiu rapidamente (22/10/2020). Fonte: Bloomberg

Estudo utilizando uma das principais subunidades candidatas a vacinas da Novavax confirma a integridade estrutural do imunógeno da proteína spike e fornece uma base para a interpretação das respostas imunes a este imunógeno. Segundo os autores, o NVAX-CoV2372 é estável, homogêneo e bloqueado na conformação de pré-fusão antigenicamente preferida. Com a caracterização estrutural, biofísica e antigênica completa, a avaliação contínua em humanos fornecerá a verdadeira prova para o princípio deste conceito de vacina (20/10/2020). Fonte: Science.

Artigo apresenta o rápido desenvolvimento de uma vacina contra COVID-19 nova (CORAVAXTM), altamente eficiente e segura usando um vetor baseado no vírus da raiva que provou ser uma vacina eficiente contra várias doenças infecciosas emergentes. Este estudo relata que um vírus da raiva vivo e um inativado contendo a proteína S do SARS-CoV-2 induz anticorpos neutralizantes potentes em níveis muito mais elevados do que os observados no soro de pacientes convalescentes. Em resumo, os resultados fornecidos garantem um maior desenvolvimento desta plataforma de vacina segura e estabelecida contra COVID-19 (16/10/2020). Fonte: NPJ Vaccines 

Estudos de triagem in silico, docking e simulação de dinâmica molecular foram realizados para identificar fármacos para reposicionamento usando DrugBank e biblioteca PubChem contra o RBD da proteína S do SARS-CoV-2. O estudo identificou um medicamento laxante, bisoxatina (DB09219), que é usado para o tratamento da constipação e preparação do cólon para procedimentos cirúrgicos que se liga bem à interface proteína S-ECA2, fazendo interações π-π substanciais com Tyr505 na região de gancho 'Site 1' de RBD e interações hidrofílicas com Glu406, Ser494 e Thr500. Pesquisadores sugerem que a bisoxatina, pode ser uma molécula promissora de fármaco reposicionada para inibir a entrada de SARS-CoV-2 no hospedeiro (16/10/2020). Fonte: Journal of Biosciences

   


MEDICAMENTO6C2.png VACINA6C2.png TRATAMENTO6C2.png  DIAGNOSTICO6C2.png

RESPIRADOR6C3.png EQUIPAMENTO6C3.png MASCARA6C3.png  TELEMEDICINA6C3.png  

   NORMAS6C1.png