Notícias

CENSO ESCOLAR

Pré-teste do Censo Escolar 2022 vai até 18 de junho

Objetivo principal é avaliar a consistência e os conceitos dos campos que poderão ser incluídos na pesquisa. Verificação ocorre em plataforma interativa
Publicado em 10/06/2021 13h43

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realiza, até o dia 18 de junho, o pré-teste dos formulários do Censo Escolar 2022. Por meio desse procedimento, o Instituto verifica as possíveis alterações ou inclusões no questionário de coleta de dados da pesquisa estatística. O objetivo principal é analisar a consistência e os conceitos dos campos que poderão ser inseridos nos formulários, considerando que cada item deve ser capaz de coletar, medir e avaliar as informações.

Durante esse processo, também é verificada a existência da documentação comprobatória nas escolas e secretarias de Educação, além da compreensão dos declarantes sobre a realidade escolar. Em virtude da pandemia de COVID-19, esse ciclo de revisão será cumprido de maneira totalmente remota, por meio da plataforma interativa do Censo Escolar e de webconferências para discussões em grupos focais — normalmente o processo é realizado de forma híbrida, nas modalidades presencial e on-line.

Participam do pré-teste as secretarias estaduais de Educação e uma amostra de secretarias municipais e escolas. A definição da amostra de secretarias considerou todos os estados e capitais, além de outros municípios escolhidos a partir de características específicas das escolas do respectivo sistema de ensino. A amostra de escolas já teve critério diferenciado, que considerava uma seleção de amostra representativa, definida a partir da quantidade de estabelecimentos que atendiam aos critérios do perfil pré-definido como possível público-alvo de resposta à questão, bem como de escolas “controle”, que não seriam público-alvo da questão, mas que deveriam ter o entendimento sobre o campo avaliado.

Ciclo – O projeto de revisão dos formulários é feito desde 2016 pelo Inep e tem um ciclo de cinco anos. Ao todo, serão quatro pré-testes realizados, desde o início do processo até o fim do ciclo, em 2021. Alguns itens revisados durante esse período já foram incorporados à coleta do Censo Escolar, em 2019.

Os itens testados neste ciclo (em andamento) buscam contemplar as mudanças relativas ao ensino médio e às alterações do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), assim como questões remanescentes de pré-testes anteriores.

Censo Escolar – Principal pesquisa estatística da educação básica, o Censo Escolar é coordenado pelo Inep e realizado, em regime de colaboração, entre as secretarias estaduais e municipais de Educação, com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país. O levantamento abrange as diferentes etapas e modalidades da educação básica: ensino regular, educação especial, educação de jovens e adultos (EJA) e educação profissional.

As matrículas e os dados escolares coletados servem de base para o repasse de recursos do Governo Federal e para o planejamento e a divulgação de dados das avaliações realizadas pelo Inep. O censo também é uma ferramenta fundamental para que os atores educacionais possam compreender a situação educacional do País, das unidades federativas e dos municípios, bem como das escolas, permitindo acompanhar a efetividade das políticas públicas.

Essa compreensão é proporcionada por meio de um conjunto amplo de indicadores que possibilitam monitorar o desenvolvimento da educação brasileira, como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (ldeb), as taxas de rendimento e de fluxo escolar, a distorção idade-série, entre outros. Todos eles são calculados com base nos dados do Censo Escolar e também servem de referência para as metas do Plano Nacional da Educação (PNE).

Saiba mais sobre o Censo Escolar

 

Assessoria de Comunicação Social do Inep

Educação e Pesquisa