Estratégia Nacional de Inovação

Publicado em 11/08/2021 15h07 Atualizado em 12/08/2021 14h04

A Estratégia Nacional de Inovação estabelece as iniciativas para o tema nos próximos 4 anos, dando continuidade à Política Nacional de Inovação, formalizada no Decreto nº 10.534, de 28 de outubro de 2020.

Os dois instrumentos visam um novo paradigma para a gestão governamental, buscando aumentar a coesão, a sinergia e a efetividade das políticas voltadas à inovação.

A Estratégia Nacional de Inovação é composta de objetivos, metas e iniciativas, organiza as prioridades governamentais e forma a base para a elaboração dos planos de ação. Esses planos são compostos de ações, novas e em andamento, com a oferta de resultados concretos até o final de 2022.

São 5 planos de ação temáticos, um para cada eixo da política: fomento, base tecnológica, educação, mercado para produtos e serviços inovadores e cultura da inovação.

Mais inovação e desenvolvimento

As ações da Estratégia buscam atender a diversas demandas do ecossistema, destacando-se:

  • melhoria da formação de capital humano, especialmente em disciplinas relacionadas a ciência, tecnologia e engenharias;
  • estímulo ao investimento privado em inovação;
  • apoio a startups e iniciativas de inovação aberta;
  • programas de apoio a tecnologias estruturantes em áreas como agricultura, energias renováveis, espaço, entre outras.

Acesse o site da Política Nacional de Inovação.

Confira a Resolução RCI 01/2021, da Câmara de Inovação, que aprova a Estratégia Nacional de Inovação e seus Planos de Ação Temáticos.

Saiba mais...