Notícias

ARRECADAÇÃO

Receita Federal arrecada mais de R$ 178 bilhões em outubro de 2021

Valor representa acréscimo (IPCA) de 4,92% em relação ao mesmo período de 2020
Publicado em 24/11/2021 20h25 Atualizado em 24/11/2021 20h43

A arrecadação total das Receitas Federais atingiu, em outubro de 2021, a marca de R$ 178,7 bilhões. Esse valor representa acréscimo real de 4,92% em relação a outubro de 2020, considerando valores corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Os números foram apresentados nesta quarta-feira (24/11) pela Secretaria Especial da Receita Federal do Ministério da Economia.

De janeiro a outubro de 2021, a arrecadação alcançou o valor de R$ 1,5 trilhão, representando um acréscimo pelo IPCA de 20,06%. É o melhor desempenho arrecadatório desde 2000, considerando o acumulado dos dez primeiros meses do ano. O mesmo foi registrado nos meses de fevereiro, março, abril, maio, junho, agosto e setembro de 2021.

"Dos dez primeiros meses deste ano, sete meses tiveram resultados recordes em arrecadação. Nos outros três meses, o resultado da arrecadação foi o segundo maior da série histórica", afirmou o secretário especial da Receita Federal, José Tostes.

Receitas Administradas pela Receita

Quanto às Receitas Administradas pela RFB, o valor arrecadado, em outubro de 2021, foi de R$ 162 bilhões, representando um acréscimo real (IPCA) de 0,23% em relação ao resultado de outubro do ano passado (R$ 146 bilhões). No acumulado de janeiro a outubro de 2021, a arrecadação alcançou R$ 1, 45 trilhão, registrando acréscimo real (IPCA) de 18,80% em relação à marca de R$ 1,132 trilhão registrada nos dez primeiros meses do ano passado.

O resultado pode ser explicado, principalmente, pelos fatores não recorrentes, como recolhimentos extraordinários de, aproximadamente, R$ 36 bilhões do Imposto de Renda - Pessoa Jurídica (IRPJ)/ Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) de janeiro a outubro de 2021 e pelos recolhimentos extraordinários de R$ 5,3 bilhões no mesmo período do ano anterior. Além disso, as compensações tributárias cresceram 22% no período acumulado.

Acesse os Relatórios do Resultado da Arrecadação.


Assista à Coletiva de Resultado de Arrecadação de Outubro de 2021: