Notícias

Minha história com o HU-UFSC

"Estamos superando tudo isso, com a ajuda da equipe do HU"

Publicado em 08/04/2021 09h18
Nairana

Minha mãe luta pela vida e está resistindo bravamente.

Sexta de manhã, dia 19/03, foi ao posto de saúde com falta de ar, atendida e colocada no oxigênio, foi levada para a UPA Norte e na segunda, dia 22/03, foi intubada; quinta de noite transferida para um leito de emergência no HU-UFSC e desde domingo dia 28/03 está na UTI-Covid.

Viva a ciência, viva o SUS, viva os excelentes profissionais que atenderam e que estão atendendo a mim e a minha mãe. Graças a todos eles até aqui e à força dela, ela segue firme na luta.

Até auxílio psicológico estamos recebendo do HU. Mesmo estando sedada, a psicóloga coloca áudios meus e músicas que posso enviar para ela ouvir. Sem palavras. Como é preciso valorizar muito mais e prover de mais recursos para nossa saúde e educação!

Graças também aos familiares e amigos que estão enviando energias positivas, vibrações e orações, independentemente de sua crença. Muito Obrigado! Continuem, ela está recebendo e reagindo.

Minha mãe se batizou Testemunha de Jeová há anos. Fervorosa que é, quando fui limpar o celular dela, coincidência ou não, abri sem querer um único áudio de whats (de fevereiro), em que ela disse: “Salmo 65:2, Jeová é ouvinte de oração, a oração tem muito poder, ora daí que eu oro daqui”. E assim está sendo.

Durante este tempo, muita correria na UPA e hospital, não tive forças para este texto, mas agora vai. Seguimos com toda força!

Te amo mãe! Minha linda mãe, Nairana da Rosa Persich. Aguenta firme que tu és muito guerreira! Logo voltas e te darei todo o meu amor puro, de filho.

Faltam palavras para agradecer, um obrigado especial, neste momento, para a equipe que está cuidando de minha mãe. O nosso Hospital Universitário é uma excelente referência.

Na foto eu e ela, também as parreiras de uva que eu adorava.

 

 

Francis Persich Covatti, filho da Nairana paciente no HU-UFSC/Ebserh.