Notícias

Nota Oficial

Confira mensagem de esclarecimento da Universidade Federal de Uberlândia sobre o trabalho realizado pelo Hospital de Clínicas durante a pandemia.
Publicado em 04/09/2020 00h00 Atualizado em 16/12/2020 12h06
Nota Oficial.jpeg

A UFU vem a público reafirmar o cumprimento das pactuações feitas com os gestores municipais da Região Ampliada do Triângulo Norte e do Contrato de Gestão firmado com o município de Uberlândia e o HC-UFU, conforme atestado pela Secretaria Municipal de Saúde de Uberlândia. 

Conforme comprovado pela Universidade Federal de Uberlândia e pela Advocacia Geral da União, o atendimento no Pronto Socorro não foi interrompido, as atividades ambulatoriais consideradas essenciais foram mantidas e 91,3% dos leitos do HC-UFU estão operacionais. O Juiz Federal da 1ª Vara da Subseção Judiciária de Uberlândia julgou improcedente a informação do fechamento de 100 leitos no HC-UFU. Com a diminuição de internações de pacientes com as condições não previstas durante a pandemia, 44 leitos foram desativados temporariamente para o remanejamento das equipes e de pacientes que permaneceram demandando internação.

Mesmo sem acréscimo financeiro, orçamentário e logístico por parte do gestor do SUS Municipal e Estadual, o HC-UFU, com apoio da Ebserh, ampliou 8 novos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 e utilizou 12 leitos de UTI Adulto em momentos de maior pico de incidência da Covid-19, assim como destinou 16 leitos de enfermaria adulto, 12 leitos de enfermaria pediátrica, 4 leitos de Psiquiatria, 1 leito de UTI Pediátrica e 5 leitos de UTI Neonatal, além de instalar um Pronto Atendimento Médico exclusivo para pacientes com suspeita de Covid-19. 

Mesmo não sendo a primeira referência para atendimento à Covid-19 na pactuação com os gestores do SUS, o HC-UFU atendeu quase 800 pessoas e internou, até a presente data, 360 pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19, além de manter a assistência à pacientes com outras enfermidades, particularmente urgências, oncológicas e cardíacas. Nesse período, o hospital mantem uma taxa média de ocupação dos leitos de UTI acima de 95%. Do total dos pacientes assistidos no HC-UFU, 85% são residentes no município de Uberlândia. 

O Juiz Federal declarou que o HC-UFU segue estritamente o Plano de Contingência de Enfrentamento à Covid-19, que é reavaliado continuamente segundo a situação epidemiológica local, e o cronograma nele estipulado com o objetivo de diminuir o contágio da doença pandêmica. 

O procurador federal Gerson de Freitas Júnior explica que o Hospital está seguindo as recomendações de entidades médicas e de especialistas em matérias epidemiológicas. “Para evitar aglomerações, em razão do elevado índice da ocupação de leitos destinados ao tratamento da Covid-19 na rede municipal, houve a necessidade de diminuição temporária dos atendimentos eletivos não urgentes, considerando que nos hospitais circulam pacientes com imunidade reduzida e do grupo de risco. Os atendimentos de urgência e de pacientes com quadros mais graves foram mantidos plenamente”.

Além das ações desenvolvidas pelo Hospital de Clínicas, a UFU fomenta e participa desde o início da Pandemia de projetos nacionais e internacionais relacionados às pesquisas clínicas, epidemiológicas, de sequenciamento viral, de modelagens matemáticas, entre outros. Três laboratórios da Universidade realizam testes para Covid-19, inclusive com apoio financeiro da Prefeitura Municipal de Patos de Minas. Promove a fabricação de equipamentos de proteção individual (EPI) disponibilizados para inúmeras instituições e serviços de saúde. Investe em ações de ensino, extensão, cultura, assistência estudantil e saúde do trabalhador.

Reafirmamos o compromisso e a responsabilidade da UFU com a comunidade universitária, a sociedade, os gestores e agentes públicos no enfrentamento à Covid-19 e no fortalecimento do SUS e das políticas públicas. 

 

Universidade Federal de Uberlândia