Notícias

RECONHECIMENTO

Parceria LAIS-MPF é finalista do Prêmio República, principal honraria da ANPR

Regula RN é um dos finalistas da maior distinção de valorização no âmbito do MPF
Publicado em 27/04/2021 11h28
lais_premio anpr.jpg

O Regula RN, plataforma de regulação de leitos hospitalares no contexto do Sistema Único de Saúde no Rio Grande do Norte, é um dos finalistas do Prêmio República de Valorização do Ministério Público Federal, principal distinção distinção da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR). Os premiados serão anunciados na sexta-feira 30 e a iniciativa concorre por meio de Menção Honrosa, ressaltando o trabalho realizado na cooperação técnica entre o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) do Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), a Secretaria de Saúde do RN e do Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN).

A menção honrosa para o Regula/RN, iniciativa responsável por garantir a atualização correta das informações dos leitos de tratamento para covid-19, é um reconhecimento ao trabalho feito desde o início da pandemia, que garante transparência ao processo de regulação dos leitos clínicos e críticos da rede pública de saúde. A plataforma permite não só a melhor distribuição possível dos pacientes, bem como gera dados que ajudam na atuação dos gestores, com transparência e eficiência, a partir dos indicadores atualizados pelas secretarias estadual e municipais de saúde.

Para o diretor executivo do LAIS, Ricardo Valentim, a menção honrosa “demonstra a importância social que esse projeto teve em tempos de pandemia. O reconhecimento nos deixa bastante orgulhosos, mas, ao mesmo tempo, nos confere ainda mais responsabilidade e compromisso de usar a ciência como instrumento de melhoramento social”.

O professor destaca que a plataforma é um exemplo de parceria entre órgãos de fiscalizações e do Executivo: “esse modelo de cooperação técnico-científica pode servir, inclusive, para todo o país. Quando essas instituições se articulam para benefício da sociedade, especificamente nesse campo da saúde, o retorno social é muito grande”, afirmou.

O pioneirismo da iniciativa também é enfatizado pelo Procurador da República, Fernando Rocha: “não se tem como investigar crimes de alta complexidade, em que há volumes altíssimos de recursos públicos, sem a presença de técnicas de inteligência artificial. Sem dúvida alguma, esse projeto serve também como piloto e pioneiro para a fiscalização, prevenção e combate ao desvio de recursos federais”, defendeu o procurador.


Regula RN

Com o intuito viabilizar a regulação do acesso à assistência instituída por meio da Política Nacional de Regulação, o Sistema RegulaRN tem como objetivo ordenar e padronizar o fluxo de acesso aos leitos covid-19 (críticos e clínicos) no estado do Rio Grande do Norte e dessa forma promover transparência, integridade e equidade no acesso aos serviços. Além disso e por meio de uma série de algoritmos de automatização de processos, o RegulaRN é capaz de otimizar o tempo de resposta do SUS para a utilização dos leitos ofertados no estado. Desde que entrou em funcionamento, em abril de 2020, o Regula RN já registrou mais de nove mil vidas salvas. Para saber mais, acesse o RegulaRN: https://regulacao.lais.ufrn.br/sala-situacao/sala_publica/


Prêmio República

O Prêmio República de Valorização do Ministério Público Federal é uma iniciativa da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR). Tem o objetivo de identificar e dar visibilidade à atuação dos membros do MPF, além de estimular parcerias com a sociedade na promoção da Justiça e na defesa do Estado Democrático de Direito. Saiba mais em: https://www.anpr.org.br/premiorepublica.


Sobre a Rede Ebserh

O Huol faz parte da Rede Hospitalar Ebserh desde agosto de 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.