Notícias

LANÇAMENTO

Livro destaca atividades oferecidas pelo HULW-UFPB a pacientes com psoríase

Publicada pela Editora Universitária, obra enfoca experiências e estudos de profissionais, discentes e docentes que atuam no Centro de Referência
Publicado em 25/01/2021 16h51 Atualizado em 26/01/2021 13h05
Livro Da Ciência ao Cuidado

Obra enfoca experiências assistenciais e de formação, ações de extensão e uma diversidade de pesquisas relevantes

Doença que afeta cerca de 52 mil pessoas na Paraíba, a psoríase é tema de nova obra lançada pela Editora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).  Com o título “Da ciência ao cuidado: saberes e práticas em psoríase”, a obra conta um pouco das experiências e estudos desenvolvidos no Centro de Referência em Pesquisa, Apoio e Tratamento de Psoríase do Estado da Paraíba, anteriormente denominado Ambulatório Especializado em Clínica e Pesquisa em Psoríase do Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB/Ebserh).

Composto de 25 capítulos, o livro foi organizado pelas professoras Valéria Leite Soares, Esther Bastos Palitot e Kátia Rau de Almeida Callou. “Para entender a importância desta publicação é preciso levar em consideração a história, o papel científico, social e de formação do Centro de Referência em Pesquisa, Apoio e Tratamento de Psoríase do Estado da Paraíba (CRPATP-PB). Para tanto, é necessário também entender o que é a doença psoriásica e o quanto ela afeta a vida das pessoas acometidas”, explicam as organizadoras.

A coletânea é dividida em três seções em que os leitores conhecerão a história do centro de referência em psoríase da Paraíba do HULW, experiências assistenciais e de formação, ações de extensão e uma diversidade de pesquisas relevantes. A primeira seção é intitulada “Centro de Referência como espaço vivo de formação e cuidado”. A segunda, “Doença Psoriásica e comorbidades – Diferentes abordagens”. Já a terceira seção traz como título “Considerações e aspectos relevantes acerca da psoríase”. O livro “Da ciência ao cuidado: saberes e práticas em psoríase” está disponível gratuitamente no endereço http://www.editora.ufpb.br/sistema/press5/index.php/UFPB/catalog/book/690.

ATENDIMENTO A 2 MIL PACIENTES

Atualmente, o CRPATP-PB possui cerca de 2 mil pacientes cadastrados e em acompanhamento. É cenário de diferentes práticas e de formação em saúde, acomodando em seu espaço vários cursos de graduação da UFPB, programas de residência médica e o de residência multiprofissional em saúde mental.

Nesse espaço, são desenvolvidos projetos de extensão, pesquisa, iniciação científica, além de cursos de educação continuada e capacitação voltados para a patologia, envolvendo estudantes do ensino médio, escola técnica e ensino superior, bem como pesquisas stricto sensu de alguns programas de pós-graduação da UFPB e Pesquisa Clínica”, reforça Esther Palitot, que também coordena o serviço no Hospital Universitário Lauro Wanderley.

Sobre a doença - A psoríase é uma doença universal e acomete cerca de 125 milhões de pessoas no mundo. No Brasil, sua incidência é estimada em 1,3% da população. Ao se adotar o mesmo índice para a Paraíba, chega-se a uma média de 51.954 casos de psoríase no Estado. 

Caracterizada como uma doença crônica, incapacitante e estigmatizante, que compromete a qualidade de vida e áreas ocupacionais, como trabalho, lazer e participação social, a psoríase apresenta comorbidades com outras doenças, dentre elas a artrite psoriásica, doenças cardiovasculares, oculares, gastrintestinais, distúrbios psiquiátricos e outras com potencial crônico e limitante. O tratamento, que tem custo mais elevado na fase de exacerbação por uso de medicamentos biológicos, demanda assistência e cuidado multiprofissional e interdisciplinar, exames constantes e apoio no campo psicossocial. 

Angélica Lúcio - Jornalista HULW-UFPB/Ebserh

Saúde e Vigilância Sanitária