Notícias

DATA HISTÓRICA

HULW completa 41 anos de fundação com previsão de ampliar serviços para usuários

Hospital deve oferecer cirurgias cardíacas e aumentar oferta de mamografias e ressonâncias magnéticas
Publicado em 12/02/2021 08h50 Atualizado em 12/02/2021 08h53
Fachada do Hospital Universitário Lauro Wanderley

Hospital-escola da UFPB foi fundado em fevereiro de 1980 durante o reitorado de Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque

Um dos principais centros de saúde da Paraíba, o Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB/Ebserh), da Universidade Federal da Paraíba e vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), completa 41 anos de fundação nesta sexta-feira (12). A data histórica marca também um momento especial para o hospital, que está articulando com a Prefeitura de João Pessoa a possibilidade de ampliar a oferta de serviços, especialmente em relação a exames de diagnóstico por imagem, cirurgias cardíacas e oncologia.

O hospital-escola da UFPB foi fundado em fevereiro de 1980 durante o reitorado de Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque. A construção do prédio do HULW, no entanto, começou bem antes, em 1968, envolvendo outros dois reitorados: o de Guilardo Martins e o de Humberto Nóbrega. O nome da unidade de saúde é uma homenagem ao professor Lauro dos Guimarães Wanderley (1900-1968), fundador da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Paraíba na década de 1950.

“O Hospital Universitário Lauro Wanderley é um jovem adulto que se recria a cada dia e toma mais impulso. Exemplo disso foi a inauguração recente da ala específica dedicada à covid-19”, comenta o reitor da Universidade Federal da Paraíba, Valdiney Gouveia. Para ele, “todos e todas que formam o HULW, que deram o seu melhor em gestões passadas e fazem o mesmo atualmente, merecem os parabéns”. 

O reitor Valdiney Gouveia destacou que, atualmente, a gestão do HULW é formada por um grupo bastante coeso, tendo à frente o superintendente Marcelo Tissiani e os gerentes Fábio Lopes (Administrativo), José Eymard Filho (Assistência à Saúde) e Eduardo Fonseca (Ensino e Pesquisa). “É um grupo bastante coeso, trabalhando para que esse HU possa a cada dia permanecer mais jovial, mais produtivo, mirando o futuro. Estão todos de parabéns, e a UFPB por ter um hospital-escola maravilhoso como o HULW”, afirma o reitor.

Nesses 41 anos de história, o Hospital Universitário Lauro Wanderley tem prestado um importante serviço aos usuários do Sistema único de Saúde. “Para assistir à comunidade, contamos com uma equipe capacitada e 48 especialidades médicas. Atualmente, o hospital dispõe em seu quadro funcional de 2.000 colaboradores nas áreas médica, assistencial e administrativa. Trata-se do nosso ativo mais importante e que faz o hospital ser o que é hoje: um dos mais importantes centros de saúde da região Nordeste”, ressalta Tissiani.

MAIOR OFERTA DE SERVIÇOS PARA A COMUNIDADE

Conforme o superintendente do HULW-UFPB/Ebserh, Marcelo Tissiani, nas tratativas com a Prefeitura de João Pessoa, que é o gestor municipal do Sistema Único de Saúde (SUS), está sendo articulado que o HULW realize cirurgias cardíacas e amplie a oferta de mamografia e de ressonância magnética. Há possibilidade de que o quantitativo de mamografias passe de 150 para 1.200 exames e de que o número de ressonância magnética saia de 100 para 500.

“Além disso, em fase de construção com a Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa, está um novo modelo de gestão para nossa maternidade e para a Maternidade Cândida Vargas, em que ficaremos responsáveis pela assistência de alto risco e a Cândida Vargas, pelo risco habitual”, explica Tissiani. 

O gestor complementou que está otimista com o relacionamento que vem sendo construído com a prefeitura da capital, visto que o processo está bem avançado. “O alinhamento com a prefeitura está bastante próximo e estamos esperançosos”, diz. A ampliação de serviços oferecidos pelo HULW-UFPB foi discutida na sexta-feira passada (5), em um encontro entre o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, e a secretária-ajunta da Saúde, Rossana Sá, com o superintendente do Lauro Wanderley.

No momento, o Hospital Universitário conta com 218 leitos e tem importante papel na atenção à saúde. A instituição oferece serviços de saúde de média e alta complexidade (ambulatorial e hospitalar), em 15 linhas de cuidado.

Angélica Lúcio - Jornalista HULW-UFPB/Ebserh