Notícias

ABRIL MARROM

HULW realiza ação educativa para orientar usuários sobre doenças da visão

Publicado em 28/04/2021 10h20 Atualizado em 28/04/2021 10h23
Abril Marrom3.jpg
Abril Marrom12.jpg
Abril Marrom4.jpg
Abril Marrom5.jpg
Abril Marrom6.jpg
Abril Marrom7.jpg
Abril Marrom8.jpg
Abril Marrom9.jpg
Abril Marrom10.jpg
Abril Marrom11.jpg
Abril Marrom12.jpg
Abril Marrom13.jpg
Abril Marrom14.jpg
Abril Marrom15.jpg

Referência em toda a Paraíba na prevenção e tratamento de doenças oculares, o Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB) realizou nesta quarta-feira (28/04) uma ação educativa para marcar o Abril Marrom, mês da campanha de conscientização sobre prevenção e combate às diversas causas de cegueira. Médicos residentes do centro de saúde abordaram, durante a manhã, temas como tipos de patologias e formas de preveni-las, além de orientações gerais sobre como cuidar da saúde da visão.

Nos últimos 10 anos, o HULW realizou mais de 108 mil consultas oftalmológicas, e 12,5 mil procedimentos cirúrgicos relacionados à visão. Conforme a chefe da Unidade da Visão do HULW, Thaís Grilo, o objetivo da atividade educativa promovida pelos residentes de Oftalmologia é prestar orientações aos usuários sobre as principais doenças que causam cegueira e os meios de prevenção. Para reforçar o conteúdo repassado aos pacientes, a equipe expôs um banner com informações pertinentes ao tema, com dados sobre catarata, glaucoma e retinopatia diabética, que estão entre as doenças que mais causam cegueira.

Thaís Grilo reforça que ações educativas na Unidade da Visão do HULW são muito importantes e necessárias para um bom trabalho de conscientização dos usuários, visto que o hospital é referência em oftalmologia para toda a Paraíba. De acordo com dados do Ministério da Saúde, entre fevereiro de 2011 e fevereiro de 2021, o Lauro Wanderley registrou 108.291 consultas médicas em atenção especializada na área de oftalmologia.

No mesmo período, houve 12.561 procedimentos cirúrgicos realizados no hospital por médicos oftalmologistas. Desde dezembro de 2013, o Hospital Universitário Lauro Wanderley é uma das filiais da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC).

SERVIÇOS - na Unidade da Visão, são ofertados os seguintes serviços: consulta em oftalmologia; consulta em subespecialidades (glaucoma, retina, córnea, catarata, plástica ocular, estrabismo e oftalmopediatria); cirurgias de catarata, glaucoma, plástica bem como cirurgias de retirada de calázio, pterígio e tumores; e aplicação de laser e injeção intravítrea, além de exames diversos (tomografia de coerência óptica, campimetria, ecobiometria, ultrassonografia, topografia, gonioscopia, retinogragia, curva diária de pressão ocular e mapeamento de retina). 

Em relação à oftalmopediatria, no período de janeiro a abril de 2021, por exemplo, o Lauro Wanderley terá realizado cinco cirurgias em crianças para remoção de catarata congênita, permitindo assim o desenvolvimento normal da visão e prevenindo a ocorrência de ambliopia e até cegueira. O HULW também é o único serviço público de saúde da Paraíba que realiza a fotocoagulação a laser em recém-nascido prematuro, que é um procedimento contra a Retinopatia da Prematuridade, doença que afeta a retina dos recém-nascidos prematuros e pode levar à cegueira. “Quando nasce um recém-nascido com essa condição em qualquer hospital do Estado, seja na rede pública, seja na rede privada, geralmente o bebê é referenciado para o nosso hospital, para que possa ser feita a fotocoagulação a laser aqui”, afirma Thaís Grilo.

PRIMEIRA CONSULTA REPRESENTA 50% DOS ATENDIMENTOS

“Hoje contamos com 13 oftalmologistas para atender a população nas mais diversas situações, desde uma consulta simples, de rotina, até o tratamento de catarata congênita, edema macular, degeneração macular e retinopatia diabética. Aqui na Unidade da Visão trabalhamos tanto o aspecto preventivo à cegueira, com orientações, diagnóstico precoce e tratamento clínico, como executamos procedimentos cirúrgicos específicos para cada diagnóstico”, explica a chefe da unidade.  

Thaís Grilo também comentou sobre como a população pode ter acesso à assistência. “Cerca de 50% das consultas semanais em nosso ambulatório são designadas ao atendimento de ‘primeira consulta’ dos pacientes que estão na rede de atenção à saúde, seja do município de João Pessoa, seja do Estado da Paraíba. Essas consultas são agendadas pela Regulação Municipal de Saúde e, depois, reguladas para o HULW”, explica.

Após a consulta inicial na Unidade da Visão, é definido se o paciente precisa ou não de atendimento em uma subespecialidade. Em caso positivo, há duas situações: se o usuário for de João Pessoa, o agendamento para o especialista é feito no próprio Hospital Universitário; caso seja de outra cidade, ele precisa retornar ao município de origem para solicitar o agendamento para a subespecialidade.