Notícias

HUWC e MEAC encerram edição 2021 da Semana da Enfermagem com homenagens, reflexões sobre a profissão e agradecimentos

Publicado em 20/05/2021 17h26 Atualizado em 20/05/2021 17h43
Semana Enfermagem HUWC (2).JPG
SEMANA ENFERMAGEM MEAC (1).jpeg
Semana Enfermagem HUWC (1).jpeg
Semana Enfermagem MEAC (2).jpeg
Semana Enfermagem HUWC (1).JPG
Semana Enfermagem MEAC (3).jpeg
Semana da Enfermagem - evento dia 20 - despedida da Das Dores (11).JPG
Semana Enfermagem MEAC (4).jpeg
Semana Enfermagem HUWC (3).jpeg
Semana Enfermagem MEAC (5).jpeg
Semana Enfermagem HUWC (3).JPG
Semana Enfermagem MEAC (6).jpeg
Semana Enfermagem HUWC (4).jpeg
Semana Enfermagem MEAC (8).jpeg
Semana Enfermagem HUWC (4).JPG
Semana Enfermagem MEAC (7).jpeg
Semana Enfermagem HUWC (5).JPG
Semana Enfermagem MEAC (10).jpeg
Semana Enfermagem HUWC (6).JPG
Semana Enfermagem MEAC (9).jpeg

Hoje, 20 de maio, dia dedicado aos técnicos e auxiliares de enfermagem, o Hospital Universitário Walter Cantídio e a Maternidade-Escola Assis Chateaubriand encerraram suas respectivas Semanas de Enfermagem. A edição de 2021 foi especialíssima. Depois de mais de um ano de luta contra a pandemia da covid-19, homenagear aqueles e aquelas que se doaram de corpo e alma para salvar vidas foi o objetivo central das programações no HUWC e na MEAC, do Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh.

No Hospital Universitário, o dia começou com uma justa e merecida homenagem à Maria das Dores da Silva, que dedicou 37 anos da sua vida a salvar outras tantas no HUWC e se aposentou em abril passado. Até do Professor Walter Cantídio, que dá nome à instituição, Das Dores, como é carinhosamente chamada pelos colegas de trabalho, cuidou. “Há pessoas aqui que considero filhos, netos, irmãos e amigos. Esse carinho que vocês têm por mim não tem comparação. Vou sentir muitas saudades. Quanto aos pacientes, por meio do cuidado, lembro-me do quanto é gratificante quando dizem ‘Que bom te ver, ainda bem que você está aqui’”, disse, bastante emocionada.

Rita Paiva, chefe da Divisão de Enfermagem do HUWC, aproveitou o grande exemplo de Das Dores para ressaltar a importância da equipe de enfermagem, formada por enfermeiros, enfermeiras, técnicos, técnicas e auxiliares, para o mundo, especialmente em tempos de pandemia, e refletir sobre o quanto foi especial a edição 2021 da Semana. Depois de tanto carinho, com direito à entrega de placa de homenagem, presente, troca de afetos e palavras de respeito e gratidão, música e muitas fotos, o grupo se dirigiu ao corredor de acesso à Galeria Nossas Conquistas, para descerrar a placa de homenagem recebida dos comunicadores que fazem o Sistema Verdes Mares aos profissionais de enfermagem.

Marcaram presença, durante todo o evento, o Prof. Carlos Augusto Alencar Júnior, superintendente do CH-UFC; o Prof. Arnaldo Peixoto, gerente de Atenção à Saude do HUWC; Eugenie Néri, gerente administrativa do Complexo Hospitalar; e diversos profissionais de enfermagem do Hospital. “Eu consigo aqui olhar todo o trabalho feito no passado pela dedicação da Das Dores, que trabalhou 37 anos servindo à população com o pegar na mão, o cuidar e o tratar. Consigo também ver o presente por meio dos outros que estão aqui e ver o futuro quando olho para o que virá com essa construção da Clínica Cirúrgica (o evento foi realizado nesse espaço, que está em reforma). Meu respeito, minha homenagem e minha gratidão”, destacou o superintendente.

Na sua fala, Eugenie Néri enfatizou que o cuidado de enfermagem é regado à prática do amor, construindo uma história pautada em dedicação, de pegar na mão na hora do sofrimento, de alegrar um paciente com uma gargalhada, de ajudar o colega de trabalho. “O nosso compromisso se torna o nosso objetivo de vida. Quem escolhe trabalhar na enfermagem não escolhe apenas uma profissão, escolhe se dedicar a outras vidas e isso é algo tão nobre!”, pontuou a gestora. Já o titular da GAS do HUWC agradeceu a todos pela entrega diária e pela semana tão rica. “Estamos aqui em um momento de celebração e agradecimento. Parabéns”, finalizou. Em seguida, o grupo voltou ao espaço das clínicas cirúrgicas para acompanhar a exibição de um vídeo com mais homenagens e a distribuição de lanches.

Descerramento de placa na MEAC

Na MEAC, a solenidade de descerramento da placa de homenagem aos profissionais de enfermagem foi realizada às 9h30 desta quinta, dia 20, com as presenças do Prof. Carlos Augusto; do gerente de Atenção à Saúde da Maternidade, Prof. Edson Lucena; da gerente administrativa do Complexo, Eugenie Néri; e da chefe da Divisão de Enfermagem, Simone Meireles, que homenagearam os enfermeiros, assistentes e técnicos de enfermagem, no hall principal da instituição. O superintendente destacou o trabalho incansável da Enfermagem na assistência ao binômio mãe-bebê e agradeceu a dedicação de todos. Prof. Edson Lucena escolheu a palavra “gratidão” para enaltecer estes profissionais que ele nomeou de “mola-mestra” da MEAC. Já Simone Meireles resumiu na palavra “esperança” o sentimento e os desejos que tem para com os colegas.

Entre os presentes na homenagem, estava o enfermeiro Anderson Silva, que trabalha há dez anos na MEAC. Na Emergência, ele atua na linha de frente contra a pandemia, atendendo gestantes. Anderson tira desse momento uma lição muito especial: “A pandemia trouxe muitos transtornos para todo mundo, mas também fez as pessoas perceberem a importância dos profissionais da saúde. Sou muito feliz, por, neste momento em que o mundo enfrenta esta pandemia, poder dar minha contribuição”, disse.

Stênio Aliacim Marques da Silva, técnico de enfermagem da UTI materna, está há cinco anos na casa. Para ele, essas datas são uma forma de valorizar essa profissão “tão árdua e que exige uma dedicação ímpar”. Multitalentos, ele, que é também músico e cabeleireiro, aplica todas as suas habilidades para a recuperação das pacientes: sempre como enfermeiro, às vezes fazendo um penteado, outras vezes levando música com voz e violão em louvores. “Amar ao próximo é o nosso lema. Atuamos com muito amor na arte de cuidar.” E é por estes profissionais, que fazem a vida pulsar em todos os espaços, que o Complexo rende as homenagens com respeito, gratidão e esperança.

Mais momentos de gratidão

Em 12 de maio, Dia do Enfermeiro(a), depoimentos de jornalistas dos veículos de comunicação que compõem o Sistema Verdes Mares foram exibidos de um caminhão posicionado em frente ao Hospital Universitário Walter Cantídio. Emocionados, os profissionais ainda receberam uma placa de honra ao mérito enviada pelos comunicadores em sinal de respeito e agradecimento. Tudo foi transmitido ao vivo pela TV Verdes Mares para o telejornal CE TV 1ª Edição (assista aqui: https://globoplay.globo.com/v/9509917/). Na edição da noite do telejornal, também foram veiculados depoimentos de enfermeiras do CH-UFC com uma reflexão sobre a profissão (assista aqui: https://globoplay.globo.com/v/9511128/).

Na MEAC, a abertura da Semana da Enfermagem teve a palestra “O valor do Trabalho de Enfermagem no Brasil em Tempos de Crise”, da Profa. Roberta Meneses Oliveira. No dia 14, a programação seguiu com a palestra online “Ética e uso das mídias digitais”, com a Dra. Natana Cristina Pacheco Sousa, do Coren. Os participantes das duas lives, inscritos previamente, receberão certificado pela capacitação. O encerramento ocorreu no dia 20, também online, com a apresentação do maestro Gonzaga e sorteio de brindes, um oferecimento do Sintufce, sempre grande parceiro nas ações.

Ainda como parte da programação das Semanas nos HUs, o talento dos músicos Joana D´Arc Schaumann, Moreira Filho e Laio Cosmo encantou a todos com os repertórios em teclado, violão e violino. Em seus ambientes de trabalho, enfermeiras e técnicas foram surpreendidas com rosas oferecidas pelo colegiado executivo do Complexo Hospitalar e lanches doados pelo Sintufce. O Serviço de Controle de Infecção Hospitalar do HUWC também distribuiu rosas e brindes, além de ter reforçado a importância da higienização das mãos e do controle das infecções. Por fim, a plataforma de conteúdo Seja Sisi, do Diário do Nordeste, trouxe um relato emocionante da enfermeira Karine dos Santos Silva, coordenadora de uma UTI Covid do HUWC, sobre os maiores desafios da profissão (acesse aqui: https://bit.ly/enfermagem-pagina-sisi).

Sobre a Ebserh

O Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh/MEC, formado pelo Hospital Universitário Walter Cantídio e pela Maternidade-Escola Assis Chateaubriand, faz parte da Rede Hospitalar Ebserh desde novembro de 2013. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Ebserh foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Os hospitais universitários são, por sua natureza educacional, campos de formação de profissionais de saúde. A Rede Hospitalar Ebserh não é responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país, apenas atua de forma complementar ao SUS.

Fotos: Unidades de Comunicação Social do HUWC e da MEAC e Marília Quinderé

 

Confira a cobertura completa da Semana da Enfermagem do HUWC:

https://bit.ly/enfermagem-HUWC

Confira a cobertura completa da Semana da Enfermagem da MEAC:

https://bit.ly/enfermagem-MEAC

 


Jornalistas responsáveis: Ludmila Wanbergna e Danielle Campos
Unidades de Comunicação Social
Hospital Universitário Walter Cantídio
Maternidade-Escola Assis Chateaubriand
Complexo Hospitalar da UFC
Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares
comunicacao.huwc@ebserh.gov.br | 3366.8183
comunicacao.meac@ebserh.gov.br | 3366.8577