Notícias

Ações de solidariedade estão no dia a dia do apoio prestado pelas Forças Armadas no combate à Covid-19

Publicado em 27/06/2020 18h14 Atualizado em 29/06/2020 16h44

 

Brasília (DF), 27/06/2020 - A Banda de Música do 51° Batalhão de Infantaria de Selva executou apresentação no Hospital Regional de Altamira, no Pará, em solidariedade aos pacientes, familiares e profissionais de saúde. Os músicos atenderam solicitação do 10º Centro Regional de Saúde da Secretaria de Saúde do Estado.

O Comando Conjunto Norte realizou campanha interna para arrecadação e distribuição de cestas básicas para entidades assistenciais e comunidades mais afetadas pela pandemia, na capital paraense.

Outra ação de solidariedade foi a entrega de donativos arrecadados pela Campanha de Agasalho do Comando Conjunto Leste. A ação, realizada por militares do 38° Batalhão de Infantaria, beneficiou a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Vila Velha, no Espírito Santo.

Descontaminação

A 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada descontaminou a Unidade Básica de Saúde da Vila Cachoeirinha, em Dourados, em Mato Grosso do Sul. Já o Grupo de Artilharia de Campanha Leve, do Regimento Deodoro, higienizou locais de grande circulação de Sorocaba, no interior de São Paulo. Os militares utilizaram solução de hipoclorito com água.

Em Palmas, Tocantins, o 22º Batalhão de Infantaria, em parceria com a Prefeitura Municipal de Palmas, também limpou áreas públicas da capital. A ação será repetida até 21 de julho. Em Corumbá, Mato Grosso do Sul, procedimento semelhante beneficiou a Casa de Passagem e Albergue José Lins. O trabalho, sob jurisdição do Comando Conjunto Oeste, foi executado pelo Grupo Operacional de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica, composto por 21 militares do Comando do 6º Distrito Naval.

Operação Covid-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas poderão ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determinará a melhor forma de atendimento.

Para acessar fotos da Operação COVID-19, visite o Flickr da Operação.

 

Patrulhamento fluvial
Em continuidade às ações deflagradas pela Operação Verde Brasil, o Comando Conjunto Norte, por meio de seu componente naval, apreendeu composição fluvial com grande quantidade de madeira ilegal. A intensificação do patrulhamento nos afluentes do Rio Amazonas traz resultados significativos. No mesmo sentido, o 2º Pelotão Especial de Fronteira instalou postos de bloqueio e controle de estradas no município de Normandia, em Roraima. A ação é deflagrada pela 1ª Brigada de Infantaria de Selva.

Os Comandos Conjuntos Norte, Oeste e Amazônia mantêm, de forma contínua, ações de inspeção naval, de conscientização ambiental, de patrulhamento motorizado e de reconhecimento de áreas para combater o desmatamento ilícito e crimes ambientais.

Operação Verde Brasil 2

A Operação Verde Brasil 2 é coordenada pela Vice-Presidência da República, em apoio aos órgãos de controle ambiental e de segurança pública. A missão deflagrada pelo Governo Federal, em 11 de maio de 2020, visa ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais na Amazônia Legal. A determinação presidencial para emprego das Forças Armadas em Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi publicada no Diário Oficial da União por meio do Decreto n° 10.341, de 6 de maio de 2020. Em 10 de junho, a GLO foi renovada até 10 de julho, por meio do decreto 10.394.

Para cumprir a determinação presidencial, o Ministério da Defesa ativou três Comandos Conjuntos. São eles: Comando Conjunto Príncipe da Beira (CCj PB), em Porto Velho (RO); Comando Conjunto Barão de Melgaço (CCj BM), em Cuiabá (MT); e Comando Conjunto Marechal Soares de Andrea (CCj MSA), em Belém (PA). Assim como na Operação Verde Brasil ocorrida em 2019, o Centro de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa coordena as atividades a partir de Brasília (DF). Ainda participam da missão integrantes da Polícia Federal, Policia Rodoviária Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), Força Nacional de Segurança Pública, Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam).

Para acessar fotos da Operação Verde Brasil 2, visite o Flickr da Operação. 

Por Tenente Cristiane dos Santos, com informações dos Comandos Conjuntos.
Fotos: Divulgação Forças Armadas

Confira os destaques da semana:

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
(61) 3312-4071